Notícias | Dia a dia
Bia será lucky-loser em Madri e enfrenta Zidansek
27/04/2022 às 14h19

Bia contou com desistências e conseguiu uma vaga na chave principal

Foto: Mutua Madrid Open

Madri (Espanha) - Apesar de ter perdido na fase final do qualificatório do WTA 1000 de Madri, Beatriz Haddad Maia recebeu uma boa notícia no fim da rodada. Ela conseguiu uma vaga como lucky-loser, por conta das desistências da líder do ranking Iga Swiatek e também de Elise Mertens, e vai disputar a chave principal.

Número 1 do Brasil e 65ª do mundo, Bia estreia contra a eslovena Tamara Zidansek, 24ª do ranking e semifinalista de Roland Garros no ano passado. O confronto entre elas é inédito no circuito profissional. A partida acontecerá às 6h (de Brasília) desta quinta-feira, na quadra 4 do complexo da Caixa Mágica.

Em caso de vitória, a paulistana de 25 anos pode cruzar o caminho da ex-número 1 Victoria Azarenka, cabeça 15 em Madri, ou de Viktorija Golubic. No mesmo setor também está a atual campeã do torneio, Aryna Sabalenka, que estreia contra a norte-americana Amanda Anisimova.

Bia está a sete posições de igualar seu melhor ranking na carreira. Por ter vencido um jogo no quali de Madri, recebe 20 pontos na WTA, o que não altera sua situação no ranking, já que seu pior resultado válido é de 30 pontos. Mas se ela vencer a estreia na chave principal, receberá mais 65 pontos, o que a ajuda na luta por mais posições.

Bia e Danilina são cabeças 6 nas duplas

A brasileira também segue na capital espanhola para a disputa do torneio de duplas ao lado da cazaque Anna Danilina. As finalistas do Australian Open são cabeças 6 em Madri. Bia e Danilina reencontram uma das algozes logo na primeira rodada, a tcheca Katerina Siniakova. Como a parceira habitual de Siniakova, a atual número 3 do mundo Barbora Krejcikova está afastada por lesão no cotovelo, a tcheca jogará ao lado da canadense Leylah Fernandez.

Em caso de vitória na estreia, a brasileira e a cazaque podem enfrentar a alemã Vivian Heisen e a norte-americana Sabrina Santamaria ou a norueguesa Ulrikke Eikeri e a eslovaca Tereza Mihalikova. No mesmo quadrante estão a canadense Gabriela Dabrowski e a mexicana Giuliana Olmos, cabeças 2, que entram já na segunda rodada, podendo enfrentar Ekaterine Gorgodze e Nadiia Kichenok ou Xinyun Han e Alexandra Panova.

Bia é a atual 37ª colocada no ranking de duplas e sua parceria com Danilina está na terceira posição na corrida por uma vaga no WTA Finals.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva