Notícias | Dia a dia
Gabriela Cé fura quali e joga forte ITF em Charleston
26/04/2022 às 19h17

Gabriela Cé tem bom histórico jogando em Charleston e disputou uma final no ano passado

Foto: Arquivo

* Atualizado após o sorteio da chave principal

Charleston (EUA) - Em seu segundo compromisso no ITF W100 de Charleston, Gabriela Cé conseguiu mais uma vitória no quali e garantiu vaga na chave principal do torneio em quadras de har-tru (saibro verde) e que vale 140 pontos no ranking da WTA. Cé, de 29 anos e 292ª do ranking, bateu a norte-americana Dalayna Hewitt, 449ª colocada, por 6/1 e 6/4.

Única brasileira na disputa do ITF de Charleston, Cé já está ganhando seis pontos no ranking por entrar na chave, mas precisa descartar cinco de seu pior resultado válido. Se a canhota gaúcha vencer a estreia na chave principal, receberá mais 13 pontos no ranking.

O sorteio realizado no fim da rodada desta terça definiu que a próxima adversária a lituana Akvile Parazinskaite, 549ª do ranking e também vinda do quali. Se vencer, ela pode enfrentar quem passar do duelo entre as norte-americanas Hailey Baptiste e Grace Min.

A principal favorita é a romena Irina Bara, 105ª do ranking, enquanto a alemã Tatjana Maria, 112ª colocada e campeã recentemente no WTA de Bogotá, é a segunda cabeça de chave. O evento ainda tem entre suas atrações a ex-top 10 CoCo Vandeweghe e outras norte-americanas experientes como Taylor Townsend e Louisa Chirico, além da jovem Katie Volynets. A promessa chinesa Xiyu Wang também joga em Charleston. A lista de inscrições havia fechado no 193º lugar.

Cé tem bom histórico em Charleston. Em junho do ano passado, jogou um ITF W60 na mesma cidade e foi finalista, vencendo quatro jogos seguidos. Na época, a campanha rendeu 58 pontos no ranking.

Brasileiras caem na estreia de duplas no Egito
Duas brasileiras disputaram a chave de duplas do ITF W25 do Cairo, em quadras de saibro do Egito, mas foram eliminadas na estreia do torneio que vale 60 pontos. Sofia Mendonça e a italiana Asya Colombo caíram diante das austríacas Melanie Klaffner e Sinja Kraus por 4/6, 6/1 e 10-4. Já Jennifer Rosa Dourado e a argentina Agustina Chlpac foram superadas pelas búlgaras Gergana Topalova e Ani Vangelova por duplo 6/1.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva