Notícias | Dia a dia
Convites para Madri geram protesto dos espanhóis
21/04/2022 às 10h30

Verdasco é atualmente o número 121 do ranking e terá de jogar qualificatório em Madri

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - O anúncio de que oito dos nove convites para os torneios combinados de Madri foram dados a estrangeiros gerou forte reação dos tenistas espanhóis, liderados por Fernando Verdasco. O maior evento de tênis do país foi comprado pela empresa norte-americana de marketing IMG.

"É uma surpresa e uma frustração que o maior evento da Espanha não apoie os jogadores de seu país", escreveu o ex-top 10 em um comunicado, dizendo representar diversos outros jogadores. "Compreendo que o convite é um direito do promotor, mas não pode ser que prevaleçam interesses comerciais acima do esportivo. Temos vários nomes que estavam perto de entrar e tiveram seus pedidos ignorados", afirmou Verdasco, lembrando ainda que o Aberto italiano já anunciou cinco convites, todos para jogadores locais.

Andy Murray foi um dos que receberam convite, se sentiu atingido pelas reclamações e fez algumas publicações no Twitter para rebater. "Incrível como as pessoas se esquecem (das coisas) tão rápido no tênis", alfinetou. Ele tem dois títulos no Masters madrilenho, em 2008 e 2015, além de ter sido número 1 do mundo.

O britânico no entanto afirmou reconhecer que muitas vezes a distribuição de convites não é justa e argumentou que seria absurdo ele recusar um convite para um Masters e ir jogar o qualificatório. Disse também discordar que convites devam ser dados sempre a jovens talentos locais e lembrou que muitos bons jogadores não têm a sorte de ter grandes torneios realizados em seu país para defender alguns dos outros convites dados.

Para a chave masculina, foram agraciados o espanhol Carlos Gimeno, o francês Lucas Pouille e o britânico Jack Draper; no feminino, convites foram dados para a japonesa Naomi Osaka, a porto-riquenha Monica Puig, a tcheca Linda Fruhvirtova, a ucraniana Marta Kostyuk e a chinesa Qinwen Zheng.

Agora número 83 do ranking, Murray está treinando sobre o saibro na Flórida ao lado do técnico Ivan Lendl. O britânico havia anunciado que iria se resguardar para a temporada de grama e não colocaria seu corpo em risco para jogar na terra batida.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva