Notícias | Beach Tennis
Beach: Baran e Miiller vencem o Desafio das Estrelas
21/04/2022 às 08h37

André Baran e Rafaella Miiller em ação no Desafio das Estrelas.

Foto: @diogobeachtennis

Rio de Janeiro (RJ) - O primeiro dia do Follow the Beach Copacabana agitou a torcida, na Praia de Copacabana, com o Desafio das Estrelas - Lopes Cup, em homenagem a Antônio Carlos Lopes, um dos grandes incentivadores do esporte no Brasil.

O desafio reuniu as maiores estrelas do esporte. Guilherme Prata, campeão mundial por equipes do Brasil em 2013, escolheu o time sul-americano e formou as duplas mistas com os venezuelanos Paty Diaz e Ramon Guedez e os brasileiros Ralff Abreu e Joana Cortez e Rafaella Miiller e André Baran. Enquanto isso, o italiano radicado no Rio, Gian Luca Padovan, formou um time europeu com as duplas Theo Irigaray, da França, e Nicole Nobile, Michelle Cappelletti e Giulia Gasparri, da Itália, e os também italianos Mattia Spoto e Sofia Cimatti.

Campeões mundiais, a paranaense Miiller e o catarinense Baran levaram o troféu derrotando na final os italianos Cappelletti/ Gasparri por 6/3. Eles ainda não perderam nenhum jogo juntos nas mistas. "Eu e a Rafa nos entendemos muito bem em quadra, jogamos muito leve, é muito legal nossa sintonia e é legal para pegar ritmo. Cheguei hoje, estava um pouco cansado da viagem, mas conseguimos jogar bem", apontou Baran.

"Minha dupla com o Baran encaixa porque nos damos muito bem dentro e fora das quadras. Somos bem parceiros, o fato de um confiar no outro ajuda bastante e a energia. Uma coisa que é bem favorável para mim é que jogo do lado esquerdo e o Baran é canhoto, cada um joga no seu lado então acaba favorecendo bastante", destacou Miiller. "Foi um grande treino para entrar já com tudo na dupla feminina, com esse ritmo."

Guilherme Prata destacou a vitória dos atletas de sua equipe e a vibe positiva no Follow the Beach Copacabana. "Foi uma honra ter recebido esse convite.A gente que não está no meio há um tempo, poder conhecer os atletas um pouco melhor, estar naquela quadra central com a torcida apoiando e uma equipe tão boa, todos nota 10, e os italianos que também são sensacionais. Foi um sonho realizado", disse o carioca.

A quinta-feira, dia 21, marcará a abertura dos duelos de simples no Profissional, valendo R$ 7 mil para cada campeão, R$ 3 mil ao vice e R$ 1 mil ao semifinalista. Os jogos começam a partir das 9h com o qualifying masculino e feminino.

As duplas masculina e feminina largam nesta quinta-feira, com o quali, não antes de 15h30.

Primeiros campeões definidos - Entre os veteranos, os primeiros campeões foram definidos. Nos 60 anos feminino, Luna Queiroz e Maria Perez ficaram com o troféu. No masculino, Paulo Carneiro, pai dos irmãos João Lauro e Diogo, faturou o título com João Neto. Nos 50 feminino, Ana Volponi e Martha Cheim foram as melhores.

Comentários