Notícias | Top Spin
Incrível! Americano de 99 anos ainda joga com amigos.
20/04/2022 às 11h19

Colorado Springs (EUA) – O ucraniano Leonid Stanislavskyi é considerado o tenista em competição mais velho do mundo, aos 98 anos, mas o americano Phillip Allman Júnior, de 99 anos, faz bonito jogando com os amigos na Academia Life Time, em Colorado Springs, às segundas e sextas-feiras, o mais idoso do grupo. Ambos são uma prova de que o tênis faz bem para a saúde, como indicam certos estudos, embora sua prática possa ser difícil para as articulações e tendões.

“Fiquei feliz em ouvir isso. Sinto que é uma boa parte da minha longevidade”, disse ele. “Isso, e uma boa família, filho e filha maravilhosos; bons amigos, boa carreira … e sempre mantendo em mente que você pode fazer isso. Esse tem sido o meu lema: você tem a capacidade de triunfar”, comentou à reportagem do jornal “The Gazette”.

Allman começou a praticar o tênis aos 70 anos. Ele é tenente-coronel aposentado da Marinha, tendo atuado na Segunda Guerra Mundial e no Exército durante as guerras da Coréia e do Vietnã. Aposentou-se do serviço em 1969. Foi diretor do ensino médio e ensinou em faculdades de vários estados. “Esse cara tem histórias, se você tiver três horas para sentar e ouvir”, garante um amigo.

Foi ele que introduziu o filho, hoje com 75 anos, no tênis. “Brinquei um pouco com meu filho, apenas batendo bolas para ele começar no tênis, assim como com um dos meus netos. Mas eu nunca tinha jogado antes em um grupo organizado.” O filho agora é um veterano de alto nível na Califórnia e o neto ganhou bolsa integral de tênis na escola. Allman lembra do dia em que teve sua primeira aula de tênis, em duplas, 1º de abril de 1993, em um grupo para idosos iniciantes. O clube foi absorvido pela Life Time em 2011, e o grupo passou a jogar nas novas quadras cobertas.

Ele é o único jogando ativamente com o grupo e o único na casa dos 90 anos. “Eu nunca participei de um tênis competitivo real, e há várias pessoas no meu grupo que participaram”, disse Allman. Quando sua esposa de 74 anos, Daisy, morreu em 2019, as conexões que ele fez por meio do tênis se tornaram uma parte ainda mais importante de sua vida. “O tênis o manteve, não apenas por causa do fortalecimento, flexibilidade, mas também a socialização com outras pessoas”, contou o genro Jeff Hale. “Tem sido uma parte crescente de sua vida, à medida que outros amigos faleceram e ele envelheceu. O tênis o ajudou a continuar.”

O exercício, a inspiração, a camaradagem foram o que o cativaram no tênis desde o início em 1993. E o grupo conta os dias para comemorar o 100º aniversário de Allman em janeiro de 2023.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva