Notícias | Dia a dia
Após 'lesão estúpida', Pliskova celebra 1ª vitória no ano
07/04/2022 às 09h19

Charleston (EUA) - A tcheca Karolina Pliskova teve que adiar seu começo de temporada em pelo menos dois meses por causa de uma lesão no braço durante a pré-temporada. Ela voltou a competir apenas nos WTA 1000 de Indian Wells e Miami, onde não conseguiu uma vitória sequer. Já com mais ritmo, nesta semana veio o primeiro triunfo do ano, superando a estreia no WTA 500 de Charleston.

“Eu me sinto bem, tenho que dizer que o pulso está aguentando bastante. Realmente não esperava isso porque não treinei muito. Eu normalmente treino por um mês (antes de voltar a jogar), mas tive apenas alguns dias de prática antes de ir para Indian Wells. O saque foi o maior problema”, contou a ex-número 1 do mundo em entrevista para o site da WTA.

Pliskova teve um acidente estranho na academia durante a pré-temporada, que resultou em um braço quebrado. “Esta foi realmente uma lesão estúpida”, contou a tcheca, que caiu enquanto estava fazendo alguns saltos e quebrou o rádio (osso lateral do antebraço). Mesmo tendo azar, tive sorte, pois não precisei passar por uma cirurgia”, observou a tenista de 30 anos.

“Quebrei bem limpo”, destacou a tcheca, que por isso acabou atrasando seu começo de temporada. Enquanto se recuperava do braço, ela não pode segurar a raquete e teve que focar apenas nos exercícios na academia. “Ficava muito na academia e isso estava me deixando louca. Eu realmente fico feliz em poder começar a jogar e fazer algo diferente. Muito exercício estava me matando”, brincou.

A principal lamentação foi não jogar os primeiros torneios do ano. “Isso me matou porque a Austrália é minha parte favorita da temporada. Realmente fui bem no ano passado e pensei que poderia começar bem. Normalmente sempre jogo bem na Austrália. Então eu fiquei super triste com isso. Se tivesse perdido Indian Wells e Miami eu estaria bem, mas perdi a Austrália”, falou Pliskova.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva