Notícias | Outros
Tênis no Vale reúne 320 crianças em Iporanga
04/04/2022 às 20h12

Esta foi a terceira fase do projeto que começou no fim do ano passado.

Foto: Divulgação

Iporanga (SP) - Uma sexta-feira especial para a cidade de Iporanga (SP) com a terceira fase do Projeto Tênis no Vale. Cerca de 320 crianças e adolescentes participaram da segunda clínica do projeto social coordenado pelo Instituto Laguz, realizado no Ginásio Municipal de Iporanga, no Vale do Ribeira. Foram atendidas crianças e adolescentes da Escola Municipal José Maciel, do bairro Castelhanos, e Vitor Rodrigues, do bairro da Serra. A Escola José Maciel atende os quilombos de Pilões, Maria Rosa e Nhunghara e trouxeram alunos dessas localidades para terem uma vivência inédita com o tênis. Ao longo do dia, marcaram presença a secretária da Educação Joelma Andrade, além de Geise Fernando, diretora de Esportes de Iporanga.

Esta foi a terceira fase do projeto que começou no fim do ano passado com capacitação de professores de educação física e na sequência teve sua primeira clínica, no fim de fevereiro, com alunos de escolas públicas da cidade. "Balanço superpositivo, foco total era fazer com que a criançada dos bairros e das comunidades quilombolas tivessem a vivência com o tênis. Tivemos um grande número de crianças, apesar da chuva e das dificuldades de chegar na cidade. Algumas delas andaram quase 30km (15 em estrada de barro e 15 em asfalto) e mesmo assim vieram. A Secretaria de Educação deu apoio em alimentação e transporte para a criançada. Foi um dia bem divertido e proveitoso para eles. Com certeza saíram daqui felizes e com uma sementinha plantada em relação ao esporte", disse Renato Messias, diretor do Instituto Laguz.

"Essa fase 3 deu a oportunidade para que os professores capacitados na fase 1 tivessem uma vivência na fase 2 e agora vieram mais confiantes do trabalho já feito, conseguindo aplicar com mais tranquilidade o trabalho de capacitação. Ou seja, ficaram mais preparados para dar sequência ao projeto, conseguindo dominar as crianças e o método. Na fase 4, que será a terceira clínica, já estarão absolutamente prontos para aplicarem isso em suas escolas no dia-a-dia. Cada fase que fazemos temos esse propósito, de deixar os professores mais à vontade com a situação, aprenderem e aplicarem os ensinamentos e cada vez mais colocando na cabeça das crianças que o tênis é um esporte viável e possível. A cidade de Iporanga começa a respirar um pouco mais de tênis", disse Daniel Souza, capacitador do projeto.

A clínica foi organizada pelo Projeto Tênis no Vale, com realização do Instituto Laguz em parceria com o Departamento de Esportes da Prefeitura Municipal de Iporanga (SP).

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva