Notícias | Dia a dia
Orgulhoso por semi, Cerundolo já pensa no saibro
01/04/2022 às 18h57

Cerundolo disputou seu primeiro Masters 1000 na carreira e chegou à semifinal

Foto: Peter Staples/ATP

Miami (EUA) - Depois de fazer uma ótima campanha em Miami, chegando à semifinal logo em sua primeira participação na chave principal de um Masters 1000, o argentino Francisco Cerundolo saiu de quadra orgulhoso por seu desempenho e confiante para o que pode exibir durante a temporada de saibro na Europa. Algoz de grandes nomes nas quadras duras na Flórida, ele acredita que pode ir ainda melhor em sua superfície favorita.

"Claro que agora estou um pouco bravo, mas tenho que ver que as duas últimas semanas foram incríveis. Estou muito orgulhoso do que fiz", disse Cerundolo, após a derrota na semifinal para o norueguês Casper Ruud, número 8 do mundo, por 6/4 e 6/1 em 1h34 de partida nesta sexta-feira.

"Acho que joguei meu melhor tênis nesse torneio. Ganhei minha primeira partida de Masters 1000 e cheguei à semifinal. E consegui as maiores vitórias da minha carreira até agora. No geral, foram duas ótimas semanas", acrescentou o atual 103º do ranking e que deve se aproximar do top 50.

Cerundolo teve bons resultados nos torneios sul-americanos em quadras de saibro, chegando às quartas de final em Buenos Aires e à semifinal do Rio Open. E na temporada passada, ele também foi finalista do ATP na capital argentina.

"Estou muito animado para jogar quadra de saibro. Primeiro, vou descansar essas duas semanas. Acho que não vou jogar em Houston e nem em Monte Carlo. Vou começar depois disso. Mas estou muito animado, porque eu cresci jogando no saibro. Adoro jogar lá", acrescentou o jogador de 23 anos.

Durante a campanha em Miami, Cerundolo derrotou jogadores como Reilly Opelka, Gael Monfils e Frances Tiafoe, além de ter contado com a desistência de Jannik Sinner nas quartas. "Essa campanha me deu muita confiança porque eu joguei muito bem em quadras duras, contra jogadores realmente de primeira linha. Então, agora eu sei como é jogar com esses caras tops. Acho que posso praticar mais e saber o que treinar para melhorar meu jogo. Então, acho que nas quadras de saibro eu posso me sair tão bem quanto aqui ou melhor".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva