Notícias | Dia a dia
Cerundolo vê mudança radical com semi em Miami
31/03/2022 às 09h42

Miami (EUA) - Semifinalista inusitado no Masters 1000 de Miami, o argentino Francisco Cerundolo acredita que a campanha no torneio da Flórida servirá como um divisor de águas em sua carreira. Em termos de ranking, ele está muito próximo de entrar pela primeira vez no top 50, podendo chegar lá com uma nova vitória, e em premiação vai faturar só neste evento mais da metade do que já conseguiu na carreira inteira.

“Isso significa o mundo para mim, é tudo o que eu queria, tudo o que sempre sonhei. Chegar pela primeira vez nas semifinais de um Masters 1000 e prestes a ser 50º no mundo, pelo que ouvi, vai mudar tudo para mim”, afirmou o atual 103 do mundo em entrevista ao Tennis Channel. Na atual projeção ele está subindo para o 51º lugar e pode subir ainda mais se continuar vencendo no Hard Rock Stadium.

A vitória nas quartas de final veio de forma relâmpago, com desistência do italiano Jannik Sinner depois de apenas cinco games disputados. “Neste momento estou me sentindo estranho, me senti muito bem em quadra, queria continuar jogando e tentar ganhar a partida. Não esperava que ele se retirasse, foi algo que aconteceu de repente”, contou Cerundolo.

“Ele se aproximou de mim, apertou minha mão. Não sabia o que estava acontecendo. Desejo-lhe uma rápida recuperação, Jannik é um grande jogador e uma grande pessoa que teve azar, mas isso é algo que acontece no tênis: você tem que aproveitar as oportunidades que surgirem. Então, estou sim feliz, mas não foi o suficiente para mim”, afirmou o argentino.

Seu adversário nas semifinais será o norueguês Casper Ruud, que mais tarde surpreendeu o alemão Alexander Zverev. Será a primeira vez que os dois tenistas, ambos de 23 anos, medirão forças no circuito. A outra semifinal será definida nesta quinta-feira, o primeiro nome sairá do duelo entre Daniil Medvedev e Hubert Hurkacz e o segundo da partida entre Carlos Alcaraz e Miomir Kecmanovic.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva