Notícias | Dia a dia
Daniel bate favorito e joga sua 1ª semi aos 33 anos
25/03/2022 às 20h15

Daniel Silva entrou na chave como lucky-loser e venceu mais três jogos na semana

Foto: Luiz Candido/CBT

Santa Cruz de la Sierra (Bolívia) - Pela primeira vez em sua carreira profissional, Daniel Dutra da Silva disputará uma semifinal de challenger. O experiente paulista de 33 anos e 322º do ranking segue aproveitando as oportunidades no challenger de Santa Cruz de la Sierra. Depois de entrar na chave principal como lucky-loser, Daniel já venceu mais três jogos na semana. Ele superou nesta sexta-feira o chileno Tomas Barrios Vera, cabeça 5 do torneio e 147º do ranking, por 6/4 e 6/3.

"Acho que mais uma vez consegui jogar muito bem na proposta que tinha de entrar muito intenso e com muita energia", disse Daniel Silva, que atualmente treina na cidade de Itajaí, em Santa Catarina. "Hoje estava com um pouco de vento então não estava fácil de jogar, mas consegui me ajustar bem com as condições e consegui colocar o meu ritmo aproveitando as oportunidades que tive".

Brasileiro com maior número de conquistas em nível future, com 24 títulos no circuito da ITF, Daniel nunca havia passado das quartas de final de um challenger, fase em que havia sido eliminado seis vezes na carreira, duas delas no ano passado em Florianópolis e no Rio de Janeiro. Ele também acumula agora 28 vitórias na carreira em torneios de nível challenger.

Pela campanha em Santa Cruz, Daniel está fazendo 32 pontos na ATP. São 30 pelas três vitórias na chave principal e mais dois por ter vencido na primeira rodada do quali. O experiente paulista vai voltando ao top 300 e tem como melhor ranking de sua carreira o 231º lugar, alcançado ainda na temporada de 2009 do circuito. O torneio na Bolívia dá 80 pontos ao campeão e 50 ao vice.

O próximo adversário de Daniel em Santa Cruz será o britânico Paul Jubb, jovem de 22 anos e 296º do ranking. O confronto entre eles é inédito no circuito profissional. Jubb está com seu melhor ranking e também tenta alcançar sua primeira final da carreira no nível challenger. "Conheço ele daqui dos torneios. E mais um jogo duro acho que tenho que focar no que venho fazendo de bom e imprimir meu ritmo no jogo", acrescentou o veterano paulista.

Esta foi a primeira vitóra de Daniel sobre Barrios, que havia vencido o único duelo anterior entre eles, disputado em 2017. O brasileiro teve um ótimo início de partida e conseguiu uma quebra logo cedo para já largar com 3/0. Barrios devolveu a quebra e buscou o empate no oitavo game. Na sequência, Daniel escapou de um 0-40 para confirmar o serviço e voltaria a quebrar no último game da parcial.

O canhoto paulista começou o segundo set perdendo por 2/0, mas logo depois fez dois excelentes games de serviço e conseguiu duas quebras para virar para 4/2. Barrios salvou um match-point no saque quando perdia por 5/2, mas a vitória brasileira foi confirmada no game seguinte.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva