Notícias | Dia a dia
Irmãos Cerundolo derrubam Anderson e Opelka
25/03/2022 às 19h46

Juan Manuel Cerundolo, de 20 anos, derrotou Kevin Anderson em três sets

Foto: Peter Staples/ATP

Miami (EUA) - A sexta-feira foi especial para os irmãos argentinos Francisco e Juan Manuel Cerundolo no Masters 1000 de Miami. Os dois venceram seus jogos contra grandes sacadores e garantiram vagas na terceira rodada do torneio em quadras de piso duro.

Inicialmente escalado para enfrentar o top 10 italiano Matteo Berrettini, que desistiu do torneio por uma lesão na mão direita, Juan Manuel Cerundolo encarou o experiente sul-africano de 35 anos Kevin Anderson, 95º do mundo e que entrou na chave como lucky-loser. Em partida com 2h18, Cerundolo marcou as parciais de 7/6 (9-7), 3/6 e 6/3.

Atual 122º do ranking, o canhoto argentino de 20 anos faz sua segunda participação em uma chave principal de Masters 1000. Há duas semanas, o jovem tenista caiu na estreia em Indian Wells. Ele agora espera pelo vencedor do duelo entre os norte-americanos Frances Tiafoe e Brandon Nakashima.

Já Francisco Cerundolo, 103º do ranking aos 23 anos, liderava a disputa contra o norte-americano Reilly Opelka, número 18 do mundo, por 6/1 e 3/1, antes de o rival abandonar a disputa. Este é o primeiro Masters 1000 na carreira do argentino, que enfrenta o vencedor entre o francês Gael Monfils e o alemão Oscar Otte. Os irmãos Cerundolo podem se enfrentar nas oitavas de final em Miami.

A má notícia para o tênis argentino nesta sexta-feira foi a eliminação Diego Schwartzman, cabeça 13 em Miami. Ele perdeu para o australiano Thanasi Kokkinakis por 4/6, 7/6 (7-3) e 6/4. Kokkinakis, que veio do quali, encara o norte-americano Denis Kudla.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva