Notícias | Dia a dia
Bia tem grande atuação e elimina a top 3 Sakkari
25/03/2022 às 18h13

Aos 25 anos, Bia marcou sua terceira vitória contra top 10 na carreira

Foto: Jimmie48/WTA

Miami (EUA) - Com uma grande atuação nesta sexta-feira, Beatriz Haddad Maia conseguiu uma vitória de muito valor e garantiu seu lugar na terceira rodada do WTA 1000 de Miami. A número 1 do Brasil e 62ª do ranking eliminou a grega Maria Sakkari, número 3 do mundo e finalista de Indian Wells na semana passada, com parciais de 4/6, 6/1 e 6/2 em 1h58 de partida.

Esta é a terceira vitória de Bia contra uma top 10 do ranking. A paulista de 25 anos já havia superado a norte-americana Sloane Stephens no torneio de Acapulco em 2019 e a tcheca Karolina Pliskova, então número 3 do mundo também, no WTA 1000 de Indian Wells do ano passado.

Bia, que havia superado a top 50 espanhola Nuria Parrizas Diaz na estreia, também tem grandes chances de alcançar ou até superar o melhor ranking de sua carreira, o 58º lugar. A campanha até a terceira rodada em Miami está rendendo 65 pontos no ranking. Se ela chegar às oitavas, fará 120 pontos e certamente terá seu recorde pessoal. A próxima rival pode ser a norte-americana Madison Keys ou a ucraniana Anhelina Kalinina.

"Sabia que seria um jogo muito duro, porque a Maria está jogando seu melhor tênis, ela é uma jogadora que trabalha muito e é muito competitiva. Sabia que eu precisava jogar o meu melhor e lutar por cada ponto", disse Bia, durante sua entrevista em quadra. "Hoje estava ventando um pouco, o que foi difícil para nós duas".

"Não estou surpresa pela vitória, porque eu também trabalho muito, durante toda a minha carreira, para viver momentos como esse. Mas é um resultado que mostra que eu estou no caminho certo", afirmou a paulista, que iguala sua melhor campanha em Miami. "Acho que eu nem joguei o meu melhor tênis, mas tentei me motivar e melhorar durante o jogo. Fui forte mentalmente e acho que foi por isso que eu venci".

Embed from Getty Images

Primeiro set com placar e estatísticas equilibradas
No começo da partida, Bia teve algumas dificuldades com o saque, especialmente em um momento com maior incidência do vento em quadra. Ela foi quebrada em dois de seus três primeiros games de serviço. Sakkari começou vencendo por 2/0, cedeu o empate no quarto game, mas retomou a vantagem logo na sequência. A grega não teria o serviço ameaçado até o fim do set, mas a parcial terminou com estatísticas equilibradas. Sakkari fez 7 a 5 em winners no set e venceu 31 pontos contra 29 da brasileira.

Brasileira dominou a partir do segundo set
Depois de ter perdido um set no detalhe, Bia fez uma excelente segunda parcial e soube dosar bem a agressividade. Mas ela também utilizou algumas bolas profundas para manter a rival longe da linha de base. Além de escapar do único break-point que enfrentou, a brasileira era a jogadora mais consistente em quadra e contou com erros da adversária para conseguir duas novas quebras e dominar o segundo set.

O momento do jogo ficou ainda melhor para Bia, que conseguiu uma quebra logo cedo. Foram duas duplas faltas e um swing-volley errado pela grega. Dois games mais tarde, Sakkari voltaria a sofrer uma nova quebra. A grega já não vinha muito bem nas trocas de fundo, enquanto a brasileira confirmava os serviços sem maiores riscos para abrir 5/1 no placar. Sakkari até confirmou seu último game de saque, mas Bia se manteve firme em seu serviço para conseguir uma das maiores vitórias da carreira.

Bia fez três aces e duas duplas faltas na partida. Ela criou sete oportunidades de quebra e aproveitou cinco. Sakkari teve quatro break-points na partida, três no primeiro set e um no segundo, e só conseguiu as duas quebras do set inicial. A grega fez dois winners a mais na partida, 18 a 16.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva