Notícias | Dia a dia
Tcheca de 16 anos volta a surpreender em Miami
25/03/2022 às 16h57

Linda Fruhvirtova eliminou a top 30 Elise Mertens para chegar à terceira rodada do torneio

Foto: Jimmie48/WTA

Miami (EUA) - Em seu segundo jogo pelo WTA 1000 de Miami, a tcheca de 16 anos Linda Fruhvirtova voltou a surpreender e segue aproveitando o convite oferecido pelos organizadores. Depois de ter aplicado um 'pneu' contra a 66ª do ranking Danka Kovinic na última quarta-feira, Fruhvirtova conseguiu uma vitória ainda mais expressiva nesta sexta. Ela superou a belga Elise Mertens, número 24 do mundo e cabeça 20 do torneio, por 7/5, 2/6 e 6/1 em 2h01 de partida.

Número 3 do ranking mundial juvenil e atual 279ª do mundo, Linda Fruhvirtova conseguiu as primeiras vitórias na WTA em abril do ano passado, quando chegou às quartas do WTA 250 de Charleston. Mas ela já chama atenção de quem acompanha a nova geração desde o título em 2019 no Les Petis As, principal competição do mundo na categoria 14 anos. A tcheca ainda tem uma irmã dois anos mais nova, Brenda Fruhvirtova, que venceu a edição de 2020 do mesmo torneio na França. Brenda já é número 4 do ranking juvenil e 389ª na WTA.

"Eu e minha irmã somos as primeiras da família a jogar tênis em nível profissional. Nós treinamos juntas às vezes e jogamos duplas juntas. Mal posso esperar até que ela jogue esses torneios também e possamos estar aqui juntas. Ela é obviamente muito boa e acho que vai chegar aqui em breve", disse Fruhvirtova, na entrevista coletiva após a partida. A jovem tenista pensa grande: "Sempre respondi que quero chegar ao número 1 e quero ganhar títulos de Grand Slam, e isso não muda".

Pela campanha em Miami, Linda Fruhvirtova já está fazendo 65 pontos no ranking e se aproximando da 220ª posição. Se ela chegar às oitavas, fará 120 pontos, o que a levaria ao top 200. As possíveis adversárias na terceira rodada são Victoria Azarenka, tricampeã do torneio e número 16 do mundo, e Ekaterina Alexandrova, 54ª colocada.

"Eu ainda não consigo acreditar. Eu nunca havia jogado contra uma das 25 melhores do mundo. Estou muito feliz por ter conseguido a vitória aqui e trabalhei muito duro para isso", acrescentou a tcheca. "Ela começou a ser mais agressiva no segundo set e desacelerei um pouco. Mas continuei acreditando que poderia vencer esta partida e queria manter uma boa atitude. Mesmo depois de perder o segundo set, ainda sabia que poderia vencer e continuei focada".

Durante o duelo com Mertens pela segunda rodada em Miami, Fruhvirtova foi acompanhada de perto pelo técnico Patrick Mouratoglou e apostou no seu jogo de muita potência nos golpes dos dois lados. Ela tentou controlar os ralis do fundo de quadra e empurrar a belga para bem atrás da linha de base. A tcheca também mostrou habilidade, especialmente na execução dos drop-shots, e foi precisa ao aproveitar todas as quartro chances de quebra que teve na partida. Mertens, por sua vez, criou 12 break-points e só aproveitou três.

O jogo começou com uma troca de quebras. Depois, Fruhvirtova escapou de um 0-40 no sétimo game para fazer 4/3. Já quando vencia por 6/5, quebrou de novo o serviço de Mertens no último game da parcial. No segundo set, a belga quebrou duas vezes e não enfrentou break-points, perdendo apenas cinco pontos no saque. Já na parcial decisiva, Mertens perdeu chances de quebra nos dois primeiros games de saque de Fruhvirtova. A tcheca ganhou confiança e, depois disso, quebrou três vezes o serviço da rival para chegar à vitória.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva