Notícias | Dia a dia
Svitolina e Raducanu sofrem viradas nos detalhes
24/03/2022 às 19h39

Raducanu já sofrido uma virada muito parecida em Indian Wells

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Assim como já havia acontecido em Indian Wells, Emma Raducanu deixou escapar um jogo em que estava muito perto da vitória. A britânica venceu o primeiro set contra a tcheca Katerina Siniakova, teve quebra acima no segundo, e sacou para o jogo no terceiro. Ainda assim, permitiu a virada e foi eliminada na estreia do WTA 1000 de Miami, com parciais de 3/6, 6/4 e 7/5 em 2h55 de partida.

Raducanu, de 19 anos e número 13 do mundo, tem apenas duas vitórias em seis jogos na temporada. A atual campeã do US Open vinha sofrendo com muitos problemas físicos no início do ano, Covid-19 e lesões na mão esquerda e no quadril. Nos últimos dois torneios, já conseguiu jogar sem limitações, mas segue alternando bons e maus momentos dentro do mesmo jogo.

O início de partida havia sido muito bom para Raducanu, com duas quebras e 17 winners durante o primeiro set, além de ter criado 10 break-points na parcial. Além disso, Siniakova vinha se queixando de uma lesão abdominal e chegou a receber atendimento da fisioterapeuta. Mesmo perdendo o segundo set por 3/1, a tcheca não desistiu do jogo e tentou variar o ritmo do jogo e tirar o peso da bola. A britânica perdeu a consistência do fundo de quadra e passou a cometer com mais frequência durante os games, permitindo a reação. No último game da parcial, Raducanu até salvou dois set-points atacando as paralelas, mas não evitou a perda do set.

Já no terceiro set, Raducanu abriu 2/0, mas permitiu a virada para 3/2. Ainda assim, a britânica não demorou a recupear a vantagem. Ela voltaria a quebrar e, logo depois, fez um ótimo game de saque para abrir 5/3. Mas Siniakova confirmou bem o saque e contou com erros e uma dupla falta da britânica para devolver a quebra. A tcheca ganhou confiança e voltaria a quebrar no último game da partida para fechar o jogo. Curiosamente, Raducanu fez mais pontos que Siniakova na partida, 105 a 103.

Mas se os britânicos lamentaram a eliminação de Raducanu, puderam comemorar a vitória de Heather Watson. A experiente jogadora de 29 anos e número 115 do mundo eliminou a ucraniana Elina Svitolina, cabeça 15 em Miami, com parciais de 4/6, 6/3 e 7/6 (7-4) em 2h38 de partida. Esta foi a segunda vitória de Watson em quatro jogos contra Svitolina no circuito. A britânica espera pela vencedora entre a suíça Belinda Bencic e a ucraniana Marta Kostyuk. Já Siniakova pode enfrentar a australiana Daria Saville ou a lucky-loser francesa Harmony Tan.

Collins e Jabeur estreiam com vitória em Miami
Finalista do Australian Open em janeiro, a norte-americana Danielle Collins venceu uma estreia dura em Miami. A cabeça 9 do torneio passou pela húngara Anna Bondar por 6/3, 3/6 e 6/4. Sua próxima rival pode ser Vera Zvonareva ou Tamara Zidansek. Já a tunisiana Ons Jabeur, oitava favorita, passou pela polonesa Magda Linette por 7/6 (7-2) e 6/2. Jabeur é a próxima rival da estoniana Kaia Kanepi, que bateu a espanhola Sara Sorribes por 3/6, 7/5 e 6/0.

Ainda nesta quinta-feira, Karolina Pliskova foi eliminada na estreia. Número 8 do mundo e cabeça 6 em Miami, a tcheca perdeu por duplo 6/3 para Anna Kalinskaya, 84ª do ranking. Kalinskaya enfrenta a lucky-loser italiana Lucia Bronzetti, que derrotou a suíça Stefanie Voegele por 6/2 e 6/1.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva