Notícias | Dia a dia
Colegas enaltecem Barty e lamentam aposentadoria
23/03/2022 às 08h57

Brisbane (Austrália) - Ao anunciar sua aposentadoria na manhã desta quarta-feira lá na Austrália, a número 1 do mundo Ashleigh Barty surpreendeu a todos os envolvidos com o tênis, entre eles seus colegas de circuito, que ao saberem da notícia ficaram divididos entre lamentar a ausência da australiana e enaltecê-la como pessoa e tenista.

O britânico Andy Murray disse que estava feliz por Barty, mas “desanimado pelo tênis”. Já a tcheca Karolina Pliskova, ex número 1 do mundo, falou que foi um privilégio dividir a quadra com Barty. Sua compatriota Petra Kvitova foi mais uma que agradeceu ter enfrentado a australiana e ainda acrescentou que o tênis nunca seria o mesmo sem ela.

“Ash, eu não tenho palavras. Na verdade, você está mostrando sua verdadeira classe deixando o tênis dessa maneira linda. Eu te admiro como tenista e como pessoa, lhe desejo apenas o melhor”, escreveu a bicampeã de Wimbledon.


Outra ex-número 1 do mundo a se pronunciar foi a romena Simona Halep, que se emocionou com a notícia chocante. “Ash, o que posso dizer, você sabe que eu choro. Minha amiga, sentirei sua falta no circuito. Você era diferente e especial, compartilhamos alguns momentos incríveis. O que vem a seguir para você? Campeã do Grand Slam no golfe?! Seja feliz e aproveite sua vida ao máximo”.

Também recém aposentada, a australiana Sam Stosur, que largou o tênis logo após a disputa do Australian Open deste ano, elogiou Barty por seguir seu coração. “Parabéns por tudo que você conquistou Ash. Carreira incrível, mal posso esperar para saber o que vem por aí. Mas enquanto isso aproveite a aposentadoria”, falou a compatriota.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva