Notícias | Dia a dia
Bia supera estreia dura e desafia a top 3 Sakkari
22/03/2022 às 19h41

A número 1 do Brasil vai em busca da terceira vitória contra top 10 na carreira

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - O primeiro jogo de Beatriz Haddad Maia no WTA 1000 de Miami foi bastante exigente nos pontos de vista físico e mental, mas terminou com vitória brasileira. A número 1 do país e 62ª do mundo superou a espanhola Nuria Parrizas Diaz, 49ª colocada, por 7/6 (7-2) e 6/2 em 1h48 de partida nesta terça-feira. Esta foi a décima vitória de Bia em 16 jogos na temporada e a primeira vez que ela superou a espanhola em três confrontos.

A próxima adversária de Bia no torneio será a grega Maria Sakkari, nova número 3 do mundo e finalista do WTA 1000 de Indian Wells no último domingo. A brasileira venceu o único duelo anterior contra Sakkari, mas já faz muito tempo. O duelo anterior entre elas aconteceu em 2014, em Mérida, no México. Na ocasião, Bia era a 296ª do ranking e Sakkari estava na 293ª posição. Voltando para 2022, a paulistana busca sua terceira vitória contra top 10.

Paulista de 25 anos, Bia faz sua quarta participação na chave principal em Miami. Ela caiu na estreia em 2017, na segunda rodada em 2018 e na terceira fase em 2018. Nas duas primeiras aparições, recebeu convites por meio da agência IMG, promotora do torneio. Ela também jogou o quali em 2019. A vitória na estreia rende 35 pontos no ranking para Bia, que está quatro posições abaixo da melhor marca da carreira.

Primeiro set com mais de uma hora
O primeiro set da partida durou 67 minutos. Bia começou bem, controlando os pontos com seu forehand e sendo agressiva nas devoluções de saque. Ela conseguiu quebrar duas vezes e chegou a liderar o placar por 5/2. Mas a instabilidade no saque e os constantes erros não forçados permitiram a reação da adversária. Bia fez seis duplas faltas no primeiro set e acabou enfrentando dez break-points na parcial, cedendo três quebras à espanhola. Parrizas liderou por 6/5 e sacou para o set, mas Bia devolveu a quebra e fechou a parcial com um ace, seu primeiro na partida.

A segunda parcial começou com uma troca de quebras, até que Bia voltasse a pressionar o saque de sua adversária e passasse também a confirmar seus games de serviço de forma mais tranquila. Novamente, a canhota paulista abriu 5/2. Sacando para o jogo, escapou de duas oportunidades de quebra antes de consolidar a vitória. 

Bia teve bom aproveitamento nos break-points a favor, conseguindo cinco quebras em sete oportunidades. Já com o próprio saque, enfrentou 15 break-points e cometeu oito duplas faltas, permitindo quatro quebras de serviço à rival.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva