Notícias | Dia a dia
Rogers aposta em ex-técnico de Iga e estreia bem
22/03/2022 às 18h31

Rogers venceu um jogo duro contra Anisimova na estreia em Miami

Foto: Jimmie48/WTA

Miami (EUA) - Depois de ter feito uma temporada consistente no ano passado, terminando o ano no top 40 pela primeira vez na carreira e de atingir seu melhor ranking no início de 2022, a norte-americana Shelby Rogers quer continuar evoluindo no circuito. Ela foi um dos destaques deste primeiro dia de jogos pelo WTA 1000 de Miami, vencendo a compatriota Amanda Anisimova, 41ª do ranking, por 3/6 6/0 e 6/3. A adversária na próxima fase será a letã Jelena Ostapenko, número 12 do ranking. Ostapenko lidera o histórico por 3 a 1, mas a vitória de Rogers foi há duas semanas, em Indian Wells.

Rogers, que atingiu o 36º lugar do ranking em janeiro e agora ocupa a 48ª posição, iniciou um trabalho com o técnico polonês Piotr Sierzputowski, que treinou Iga Swiatek durante cinco temporadas e levou a polonesa ao primeiro título de Grand Slam em Roland Garros. Ele também foi eleito o melhor técnico do ano em 2020.

"Eu realmente acredito que o ranking dela não mostra a força de seu jogo", disse Sierzputowski, em entrevista durante o WTA 1000 de Indian Wells. "É apenas uma questão de consistência. Ela teve uma temporada forte no ano passado, o que foi muito bom, porque ela jogou o ano inteiro sem lesões. Ela ficou super feliz com isso, então é só continuar do mesmo jeito".

A norte-americana de 29 anos havia alcançado o top 50 em 2017, mas uma grave lesão no joelho esquerdo a deixou afastada das quadras por mais de um ano, entre março de 2018 e abril de 2019, o que a obrigou a escalar todo o ranking novamente. Rogers fez boas campanhas desde então, chegando às quartas do US Open em 2020 e às oitavas no ano passado, eliminando a número 1 do mundo Ashleigh Barty pelo caminho.

"Eu diria que estou super impressionado com a forma como ela bate na bola", elogia o novo técnico. "É claro que tudo depende das adversárias do outro lado, mas Shelby pode acertar exatamente no sweet-spot da raquete consistentemente, uma bola após a outra. É uma alegria pura de assistir. Não há muitos erros. Então ela está jogando um tênis muito bom".

"Piotr tem sido ótimo até agora. Tem uma boa energia e é super positivo. Estou animada para ver o que podemos fazer. Sei que ele fez um ótimo trabalho com a Iga e trouxe um elemento diferente para a equipe. Estou super motivada e empolgada para o resto da temporada", afirmou a tenista norte-americana.

Jabeur, Halep, Azarenka e Svitolina conhecem rivais em Miami
Foram definidas as adversárias de estreia de Ons Jabeur, Simona Halep, Victoria Azarenka e Elina Svitolina em Miami. A tunisiana encara a polonesa Magda Linette, que bateu a chinesa Qinwen Zheng por 7/6 (7-4) e 6/4. A romena encara a australiana Daria Saville, que venceu a belga Greet Minnen por 7/5 e 6/3.

A bielorrussa, tricampeã do torneio, encara a russa Ekaterina Alexandrova, que superou a italiana Jasmine Paolini por 6/1 e 6/2. Azarenka e Alexandrova jogam com bandeiras neutras. Já a ucraniana estreia contra a britânica Heather Watson, que derrotou a holandesa Arantxa Rus por 6/7 (5-7), 7/5 e 6/4.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva