Notícias | Dia a dia
Fritz surpreende Nadal e vence o 1º Masters 1000
20/03/2022 às 21h20

Fritz é o primeiro norte-americano a vencer em Indian Wells desde Agassi em 2001

Foto: Peter Staples/ATP

Indian Wells (EUA) - Anfitrião em sua primeira final de Masters 1000, Taylor Fritz comemorou a maior conquista da carreira neste domingo. O norte-americano de 24 anos e número 20 mundo ficou com o título de Indian Wells superando na final o tricampeão Rafael Nadal, com parciais de 6/3 e 7/6 (7-5) em 2h06 de partida. Com o resultado, Fritz se torna o primeiro atleta da casa a vencer o torneio desde Andre Agassi em 2001.

Havia a possibilidade de a final nem ter acontecido. Cerca de duas horas antes da partida, já com a final feminina em andamento, começaram a circular informações de que Fritz havia interrompido seu aquecimento de forma abrupta, por um problema no tornozelo direito. Lembrando que o norte-americano já havia sentido essas dores nos últimos games da semifinal contra Andrey Rublev no sábado. A final de Indian Wells teve a arbitragem do brasileiro Carlos Bernardes.

Até então, o único título de ATP da carreira de Fritz havia sido conquistado na grama de Eastbourne em 2019, mas esta já foi sua sétima final da carreira. Foi o segundo encontro entre entre ele e o espanhol, agora com uma vitória para cada lado. O norte-americano terá seu melhor ranking na carreira, alcançando o 13º lugar. 

Ex-número 1 juvenil e campeão do US Open da categoria em 2015, Fritz disputou sua primeira final de ATP com apenas 18 anos, em Memphis, na temporada de 2016. Sua equipe tem três treinadores, incluindo o ex-jogador profissional Michael Russell e Paul Annacone, que já treinou Roger Federer. O time do tenista ainda conta com David Nainkin. Ele marcou sua 11ª vitória contra top 10 na carreira. No ano passado, passou uma cirurgia no joelho esquerdo e voltou às quadras em 20 dias.

Frtiz encerrou a série de 20 vitórias de Nadal 
Fritz também é o responsável por impor a primeira derrota a Rafael Nadal na temporada. O espanhol de 35 anos vinha de 20 vitórias seguidas em 2022, com títulos do Australian Open e dos ATP de Melbourne e Acapulco. Este foi o melhor início de temporada da carreira de Nadal.

O espanhol tentava conquistar o 37º Masters 1000 para igualar o recorde de Novak Djokovic. O ex-número 1 do mundo e atual quarto colocado também sobe no ranking, ultrapassando Alexander Zverev para reassumir o terceiro lugar. No início da temporada, Nadal aparecia na sexta posição.

Começo de partida excelente para o norte-americano
Apesar de todas as dúvidas sobre as reais condições de jogo de Fritz, o norte-americano começou a partida da melhor maneira possível. Ele conseguiu duas quebras e confirmou seus dois primeiros games de saque de zero. Nadal, que chegou a receber uma atendimento médico durante a difícil semifinal contra Carlos Alcaraz, só foi confirmar o serviço no quinto game. O espanhol chegou a tomar um remédio em uma das viradas de lado e também foi atendido fora da quadra no fim do primeiro set.

Fritz fazia um jogo muito sólido do fundo de quadra e seu backhand na cruzada machucava bastante o jogo de Nadal. O norte-americano conseguia encurtar os pontos sem cometer tantos e erros chegou a liderar por 5/1 antes de sofrer sua primeira quebra na partida. Ainda assim, voltaria a quebrar o serviço do espanhol logo na sequência para fechar o primeiro set. A parcial teve seis winners para cada lado, e apenas seis erros não-forçados de Fritz contra 10 de Nadal.

Nadal chegou a ter uma quebra acima no segundo set
O segundo set começou com uma quebra de serviço a favor de Nadal, mas Fritz buscou o empate de imediato e depois escapou de mais quatro break-points para passar à frente no placar e liderar por 3/2. O norte-americano voltaria a ter o serviço ameaçado no 4/4, mas encaixou um bom primeiro serviço para evitar quebra. No game seguinte, quando vencia por 5/4, teve um match-point no saque de Nadal, mas o espanhol se salvou com um winner de forehand e também confirmou o serviço. O ex-número 1 seguia com um desconforto físico e foi atendido em uma das viradas de lado.

O jogo cheio de alternativas continuou no 11º game da parcial, que também teve influência do vento. Fritz começou fez três erros com o forehand e se viu em 15-40. O primeiro break-point de Nadal saiu por pouco. No segundo, o espanhol nem conseguiu jogar, devido ao ótimo saque do norte-americano, que se livrou do problema e fez 6/5. A definição ficou para um equilibrado tiebreak, em que Nadal ficou muito perto de fechar quando liderava por 5-4. O espanhol errou um swing-volley e permitiu o empate. Depois, Fritz se manteve firme no saque e do fundo de quadra para conquistar o maior título da carreira.

Nadal liderou a estatística de winners por 21 a 20, mas cometeu 34 erros não-forçados contra 22 de Fritz. O norte-americano conseguiu quatro quebras na partida em nove break-points, enquanto o espanhol teve dez chances de quebra no jogo e aproveitou apenas duas.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva