Notícias | Dia a dia
Rublev: 'Fui um dos primeiros a falar contra guerra'
19/03/2022 às 08h57

Rublev divulgou mensagem de paz há três semanas, quando jogava em Dubai

Foto: Peter Staples/ATP

Indian Wells (EUA) - Semifinalista do Masters 1000 de Indian Wells, Andrey Rublev foi um dos primeiros atletas a se posicionar de forma contrária à guerra na Ucrânia. O tenista russo está atuando no circuito sob bandeira neutra nas últimas semanas e conta que a percepção do público e dos fãs sobre ele mudou depois que ele divulgou uma mensagem de paz enquanto atuava em Dubai há três semanas.

"No começo, antes de escrever isso para as câmeras, eu estava recebendo muitas mensagens negativas. Quando tudo o que está acontecendo no mundo começou, eu passei a receber muitas mensagens ruins", revelou Rublev, durante entrevista coletiva. "Então, eu nem estava pensando em quantas pessoas veriam isso ou algo assim. Eu apenas escrevi o que sentia naquele momento. E foi isso. Depois, de alguma forma, o vídeo teve mais de 22 milhões de visualizações. Acho que fui um dos primeiros esportistas do mundo a fazer isso. No final, quase 100% das mensagens que comecei a recebe eram apenas positivas. Tipo: 'obrigado' ou coisas assim".

O atual número 7 do mundo foi perguntado sobre a informação divulgada na última semana de que o governo britânico pode exigir que os atletas russos se pronunciem publicamente contra o presidente Vladimir Putin para jogar em Wimbledon. "Falando sobre o governo britânico, é como eu disse, acho que devemos dar um grande exemplo de que o tênis deve estar fora da política. Não só tênis, mas no esporte em geral. Somos atletas. Queremos competir.

"Estamos sacrificando tantas coisas em nossa carreira. Não vemos nossa família. E muitos dos atletas, mudam de casa por causa do esporte, acontece com jogadores de basquete e de futebol também, se você sai de um time para outro, sua vida muda completamente. Estamos nos sacrificando muito só para poder competir, para mostrar que queremos fazer o nosso trabalho. É por isso que espero que no esporte eles mostrem que não há política e que sejamos um bom exemplo para dar um grande passo à frente", acrescenta o jogador de 24 anos.

Rublev falou sobre seu desempenho na vitória sobre Grigor Dimitrov nas quartas por 7/5 e 6/2. "Joguei muito bem. Desde o início, estava certo que o jogo seria de quem começasse a ditar os pontos primeiro e de quem conseguisse ser mais agressivo. Além disso, devolver o saque aqui é uma das coisas mais importantes. Você precisa colocar o maior número possível de devoluções em quadra, quadra nessas condições".

O adversário de Rublev na semifinal será o norte-americano Taylor Frtiz, 20º do ranking, em jogo marcado para às 17h (de Brasília) deste sábado. Eles já se enfrentaram quatro vezes, com duas vitórias para cada lado. "Ele é um grande jogador, talentoso, e venceu bons jogadores. Tem um saque incrível e golpes potentes. Especialmente aqui, em uma quadra dura, a maneira como ele joga combina muito com ele. É um jogador que tem um grande potencial. Só pela forma como ele saca já é uma grande vantagem".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva