Notícias | Dia a dia
Apesar de uma grande vitória, Bia sai insatisfeita
10/03/2022 às 11h27

Indian Wells (EUA) - A paulista Beatriz Haddad Maia começou a semana no WTA 1000 de Indian Wells com uma grande vitória. A número 1 do Brasil superou a norte-americana Sofia Kenin, ex-número 4 do mundo, com parciais de 6/3 e 7/5, depois de 1h46 de partida, se garantindo na próxima rodada do torneio na Califórnia.

"É sempre importante avançar, ainda mais após passar três dias praticamente apenas recuperando as minhas costas. Entretanto, fui muito passiva, o que não condiz com aquilo que quero para o meu jogo e que venho trabalhando diariamente. Para brigar por coisas grandes é preciso ser protagonista e hoje eu deixei muito a desejar, mesmo em momentos favoráveis no placar", disse a brasileira.

"Estreias são sempre difíceis. A Kenin é uma grande jogadora e campeã de Grand Slam [venceu o Australian Open de 2020]. Sei que não joguei o meu melhor tênis, mas tentei competir em todos os pontos. Não fui tão agressiva, e não estava 100% bem, mas tentei o meu melhor e estou feliz pela vitória", comentou a paulistana de 25 anos, durante sua entrevisa em quadra.

A número 1 do Brasil também falou sobre sua adaptação às condições de Indian Wells. "Eu pude treinar nessa mesma quadra à noite, pouco antes da partida. Estava ventando um pouco durante o jogo, mas isso acontece e eu tentei me adaptar da melhor maneira possível".

Atual 61ª colocada do ranking de simples e 34ª no ranking de duplas, Bia disputa as duas chaves do torneio. Em simples, a brasileira agora terá pela frente a jovem dinamarquesa de 19 anos Clara Tauson, 40ª da WTA. As tenistas nunca se enfrentaram no circuito.

Pela chave de duplas, Bia volta a jogar ao lado da cazaque Anna Danilina, com quem foi vice-campeã no Australian Open. A parceria terá uma estreia bastante difícil pela frente, enfrentando a alemã Laura Siegemund e a russa Vera Zvonareva nesta quinta-feira.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva