Notícias | Dia a dia
Djokovic não joga IW e Dimitrov é movido na chave
09/03/2022 às 19h18

Dimitrov ocupa o lugar inicialmente reservado a Djokovic na chave

Foto: Arquivo

Indian Wells (EUA) - Depois das incertezas a respeito da participação de Novak Djokovic no Masters 1000 de Indian Wells, a desistência do número 2 do mundo foi formalizada nesta quarta-feira. Pentacampeão do torneio, o sérvio chegou a ter seu nome divulgado na chave, mas não disputará a competição.

A desistência de Djokovic após o sorteio, mas antes da divulgação da ordem dos jogos, faz com que o búlgaro Grigor Dimitrov seja movido na chave. Atual 35º do ranking, Dimitrov foi designado como cabeça 33 e ocupa o lugar previamente reservado ao sérvio. Ele estreia contra o vencedor da partida entre o belga David Goffin ou o australiano Jordan Thompson. A situação de Dimitrov é parecida com a da francesa Alizé Cornet na chave feminina, que foi movida na chave após a desistência da cabeça 1 Barbora Krejcikova por lesão no cotovelo.

A chave ainda coloca Dimitrov no caminho de Andy Murray, Alexander Bublik ou um rival vindo do quali na terceira rodada, enquanto o argentino Diego Schwartzman poderia enfrentá-lo nas oitavas. No mesmo quadrante está o cabeça 7 Andrey Rublev, que espera o jogo entre o alemão Dominik Koepfer e o francês Benoit Paire. Rublev pode enfrentar o norte-americano Frances Tiafoe na terceira rodada, além de Aslan Karatsev ou o polonês Hubert Hurkacz nas oitavas.

O adversário anterior de Dimitrov seria o norte-americano Tommy Paul, que agora enfrentará ou um tenista do quali ou um lucky-loser. Quem vencer desafia o número 3 do mundo Alexander Zverev na segunda rodada.

A melhor campanha de Dimitrov em Indian Wells foi feita no ano passado, quando ele venceu quatro jogos seguidos e chegou à semifinal. Uma das vitórias foi sobre Daniil Medvedev. O búlgaro de 30 anos e ex-número 3 do mundo só foi perder para o britânico Cameron Norrie, que terminou o torneio como campeão.

Djokovic fora também de Miami
Pouco depois de desistir de Indian Wells, Djokovic também anunciou que não vai jogar o Masters 1000 de Miami. O sérvio não pode entrar nos Estados Unidos sem apresentar o comprovante de vacinação completo e já sinalizava há algumas semanas que provavelmente não poderia jogar. 

"Apesar de estar automaticamente inscrito em Indian Wells e Miami, eu sabia que seria improvável que eu pudesse viajar. O CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) confirmou que os regulamentos não serão alterados, então não poderei jogar nos Estados Unidos", afirmou o sérvio em suas redes sociais.

Na atual temporada, o sérvio só conseguiu disputar o ATP 500 de Dubai, que não exigia o comprovante de vacinação, e chegou às quartas de final do evento. Ele ficou fora do Australian Open, apesar de ter viajado para o país e até ter obtido uma decisão judicial favorável que o liberou para treinar nas quadras do Melbourne Park enquanto aguardava a decisão do Ministério da Imigração local que determinou o cancelamento de seu visto de permanência no país.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva