Notícias | Dia a dia
Fernandez salva 5 match-points e garante o bi
06/03/2022 às 22h55

Monterrey (México) - Numa final de três horas e inúmeras alternâncias, a canhota canadense Leylah Fernandez defendeu seu título no WTA 250 de Monterrey, sobre quadra sintética, ao salvar cinco match-points na reta final da partida e derrotar a valente colombiana Camila Osorio, com parciais de 6/7 (5-7), 6/4 e 7/6 (7-3).

Aos 19 anos, um a menos que sua adversária, Fernandez conquistou o segundo WTA da carreira em quatro finais disputadas, curiosamente três delas no México - a outra foi em Acapulco de 2020 -, além do US Open do ano passado. Ao repetir o título, se manterá no 21º lugar do ranking.

A ascendente Osorio havia tirado a favorita Elina Svitolina nas quartas de final e buscava seu segundo WTA, depois de ganhar Bogotá. A ótima campanha no México fará com que avance mais nove posições e garanta a mais alta classificação da carreira, com o 35º posto. Isso garantirá a ela também a condição de cabeça de chave no 1000 de Indian Wells, que começa na quarta-feira.

Alternâncias constantes
Fernandez começou muito bem a partida, utilizando o peso da bola da adversária para trocar direções. Obteve quebra precoce e evitou um game perigoso, chegando então a 5/3 com saque para fechar a série. A colombiana então foi muito corajosa, apostou em paralelas e levou a decisão ao tiebreak, onde a canadense de novo saltou à frente com 3-1 antes de ver outra grande reação de Osorio.

O segundo set viu uma Fernandez mais eficiente nas bolas anguladas, principalmente de forehand, o que abria chance para o ataque mais perto da rede. Chegou a sacar com 4/1, ainda deu uma vacilada mas recuperou o domínio no tempo certo.

A série decisiva foi uma gangorra. Fernandez saiu com quebra, mas perdeu então dois serviços seguidos e permitiu virada de Osorio para 4/1. Mas nada estava decidido. A colombiana não usou o primeiro saque no sétimo game e a canadense aproveitou para chegar ao empate por 4/4.

Cinco match-points
Osorio teve então quatro chances de vitória, e em duas delas cometeu erros. No quinto match-point, outra vez com Fernandez no saque, caiu uma parte da luz do estádio e o jogo ficou parado por 15 minutos. No recomeço, muito fria, a canadense sacou na linha e se salvou novamente.

A decisão foi então ao tiebreak e aí Fernandez se mostrou muito superior. Osorio cometeu uma falha incrível ao parar um ponto de forma equivocada e jamais se recuperou.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva