Notícias | Dia a dia
Bia não resiste a Fernandez e para na semifinal
06/03/2022 às 00h08

Monterrey (México) - Depois de dois jogos muito exigentes ao longo da semana, Beatriz Haddad Maia não resistiu ao tênis ofensivo e criativo da canadense Leylah Fernandez, a jovem vice-campeã do recente US Open. No duelo de canhotas, Bia ofereceu pouca resistência e caiu com parciais de 6/1 e 6/4 nas semifinais.

Fernandez, de 19 anos, buscará assim o segundo título consecutivo em Monterrey, que é o único de sua carreira até agora, contra a colombiana Camila Osorio. A ascendente 44ª do ranking já havia tirado a favorita Elina Svitolina e neste sábado passou pela espanhola Nuria Parrizas, por duplo 6/4. Osorio, de 20 anos, faz a terceira final da carreira e busca o segundo WTA. depois de ganhar Bogotá no ano passado.

Esta foi a terceira semi de nível WTA de Haddad Maia, que permanece assim com uma final, a de Seul em 2017. Com os 110 pontos somados - mas com descarte de 29 de seu 16º pior resultado -, ela deve dar novo avanço no ranking, saindo do atual 69º para o 61º. Seu recorde pessoal é o 58º.

Jogo de muitos erros
Talvez ainda fruto do desgaste das quartas de final e seu jogo de quase 3h30, Bia começou muito mal a partida contra Fernandez, cometendo muitos erros da base e sem um saque contundente. É bem verdade que a canandense conseguia aprofundar bem a bola e ainda por cima jogava sempre próxima à linha, o que dava poucas opções à brasileira.

O único bom game de Bia no set inicial foi o que conseguiu confirmar seu serviço na quarta passagem. Com saque bem colocado, foi agressiva a partir da segunda bola e deu poucas chances à adversária. Mas foi só.

Dores lombares
A brasileira começou melhor o segundo set, mas logo no terceiro game vieram as duplas faltas que dificultaram seu trabalho. Fernandez fez devoluções muito profundas e, apesar de um grande lance defensivo de Bia, obteve nova quebra para ir a 2/1. Após fechar o quinto game, a brasileira pediu atendimento para a região lombar.

No retorno, Bia parecia mais solta. Chegou a abrir 0-30 mas sem conseguir ameaçar o serviço de Fernandez e depois sacou muito bem por duas vezes. Porém, jamais conseguiu qualidade na devolução e assim a recuperação foi impossível.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva