Notícias | Copa Davis
Argentina e França confirmam favoritismo na Davis
05/03/2022 às 12h55

González e Zeballos se redimem da derrota para a Colômbia em 2020

Foto: ITF

Buenos Aires (Argentina) - Apesar de jogos bem mais apertados do que se esperava, a Argentina usou muito bem o saibro do tradicional Lawn Tennis Club para superar a desfalcada República Tcheca logo no terceiro jogo e assim garantir vaga na fase final da Copa Davis, em setembro.

O ponto decisivo foi obtido pela forte parceria de Máximo González com Horacio Zeballos, que marcaram duplo 6/4 sobre Jiri Lehecka e Tomas Machac. Os reservas tchecos não decepcionaram. Na sexta-feira, Lehecka se rendeu em dois sets duros para Sebastian Baez e Machac chegou a tirar um set de Diego Schwartzman.

Já a França escolheu o piso sintético veloz de Pau para encarar o Equador e completou a classificação com a vitória de Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut sobre Gonzalo Escobar e Diego Hidalgo, por 6/3 e 7/5. Na sexta-feira, Roberto Quiroz deu um susto no número 1 local Adrian Mannarino, mas se rendeu no terceiro set.

A Argentina vinha de três derrotas consecutivas para a República Tcheca, em 2009, 2012 e 2013, a segunda delas dentro de Buenos Aires. O time tem um título e mais quatro finais na Copa Davis.

Já os franceses estarão pela terceira vez na fase final do novo sistema da Davis, tendo se classificado em 2019 e ganhado convite em 2021. Entre as fases amadora e profissional, o país tem 10 títulos na Davis, o mais recente deles em 2017.

Comentários