Notícias | Dia a dia
Garin: 'Os últimos meses foram difíceis para mim'
25/02/2022 às 18h11

Garin perdeu os três jogos que fez na temporada sul-americana de saibro em 2022

Foto: Fotojump

Santiago (Chile) - Apesar de ser o principal cabeça de chave do ATP 250 de Santiago e vencedor do torneio no ano passado, Cristian Garin não conseguiu passar da estreia na edição deste ano. Após a derrota por duplo 6/3 no duelo chileno contra Alejandro Tabilo na última quinta-feira, Garin refletiu sobre o momento que vive no circuito.

Vencedor de cinco títulos de ATP no saibro, Garin foi eliminado na estreia dos três torneios que disputou no piso em 2022, em Córdoba, Rio de Janeiro e Santiago. O chileno de 25 anos e 27º do ranking só venceu três jogos no ano, dois deles no Australian Open. No entanto, tem sofrido com problemas físicos, especialmente com dores no ombro.

"É difícil fazer uma análise. Este mês foi horrível, embora eu tenha me esforçado muito. Fico muito triste por não conseguir fazer o que sinto que posso. Estou bastante afetado", disse Garin, durante a entrevista coletiva. "Os últimos meses foram muito difíceis para mim em todos os sentidos. Todos os dias eu treino, tento dar meus cem por cento, e tive um mês muito ruim. Adoro jogar aqui em casa e este é um torneio muito especial, mas jogar dessa forma me preocupa muito em todos os sentidos".

"Tudo o que eu quero é jogar sem me preocupar com meu ombro. Eu não confio e estou sempre esperando a dor chegar. Na pré-temporada não consegui fazer uma boa preparação física. E na Austrália, quebrei um dedo e não consegui mais me recuperar. Embora muitas pessoas pensem que não, dou meus cem por cento e amo o tênis. É difícil, mas temos que continuar", explicou o chileno.

Convocado para o confronto diante da Eslovênia na Copa Davis, marcado para o próximo final de semana em Viña del Mar, Garin não sabe se terá condições de jogar. "Eu quero estar na Davis, mas obviamente se não estiver cem por cento, eu não sei. Eu quero ser uma contribuição para a equipe e não uma preocupação. Quero jogar, vencer e ganhar confiança".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva