Notícias | Dia a dia
Djokovic: 'Não sinto a necessidade de me vacinar'
24/02/2022 às 11h51

Dubai (Emirados Árabes) - Embora tenha afirmado não ser contra a vacinação, o sérvio Novak Djokovic mais uma vez reforçou que ainda não pretende se vacinar. Em mais uma entrevista para L'Equipe, o número 1 do mundo disse que não vê necessidade de se imunizar contra o coronavírus.

“Com base nas informações sobre a vacina, decidi não me vacinar. Neste momento, não sinto necessidade de fazê-lo para proteger meu corpo e não tenho a impressão de ser uma ameaça para os outros”, afirmou Djokovic, que nesta quinta-feira encara o tcheco Jiri Vesely no ATP 500 de Dubai.

“Eu me vacine ou não, continuo podendo transmitir o vírus. É minha posição e, para o futuro, minha mente está aberta. Ninguém na Terra conhece meu corpo melhor do que eu, quero ser o único dono do meu corpo”, complementou o atual líder do ranking.

Após se colocar como grande estudante de bem-estar, saúde e nutrição, Djokovic mantém a decisão de não se vacinar alegando que tem a liberdade de escolher o que coloca em seu corpo. Ele não conseguiu jogar o Australian Open por causa disso e pode perder outros torneios importantes em 2022.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva