Notícias | Dia a dia
Basileia, Tóquio, Pequim e Xangai voltam ao circuito
23/02/2022 às 19h08

ATP da Basileia ficou fora do calendário nos dois últimos anos

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - A ATP anunciou nesta quarta-feira o calendário de competições para todo o segundo semestre de 2022. Entre as novidades estão as voltas ao circuito de torneios no Japão e na China. Os eventos nesses dois países asiáticos ficaram fora das duas últimas temporadas por conta da pandemia da Covid-19.

A perna asiática da temporada começa em 26 de setembro, com os ATP 250 de Chengdu e Zhuhai. Logo depois, acontecem os ATP 500 de Tóquio e Pequim entre os dias 3 e 9 de outubro. Para a semana seguinte, está marcado o Masters 1000 de Xangai.

O segundo semestre do circuito tem início em 11 de julho, logo depois de Wimbledon. Nessa data começam os ATP 250 de Newport, na grama, e Bastad, no saibro. O mês de julho será quase todo dedicado aos eventos na terra batida, também com torneios em Gstaad, Hamburgo, Umag e Kitzbuhel. O único torneio de piso duro em julho é o ATP 250 de Atlanta, já na preparação para o US Open.

O último Grand Slam do ano será entre os dias 29 de agosto e 11 de setembro. Antes disso, acontecem o ATP 500 de Washington, a partir de 7 de agosto, além dos Masters 1000 de Montréal e Cincinnati. O torneio canadense será entre 7 e 14 de agosto, já o evento seguinte será entre os dias 14 e 21.

Os dois últimos ATP 500 da temporada serão entre 24 e 30 de outubro em Viena e na Basileia, outro torneio que está de volta ao circuito depois de ficar fora nos dois últimos anos. Logo depois, acontece o Masters 1000 de Paris, entre 31 de outubro e 6 de novembro. A ATP informou ainda que o torneio de Nur-Sultan substituirá São Petersburgo no calendário.

A temporada termina em solo italiano. O Next Gen ATP Finals será em Milão, entre os dias 8 e 12 de novembro. Já o ATP Finals será entre 13 e 20 de novembro, em Turim.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva