Notícias | Dia a dia
Fognini não desiste e vira batalha de 3 horas
17/02/2022 às 00h02

Fognini anotou apenas sua segunda vitória em nove duelos contra Carreño

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Mais uma vez o italiano Fabio Fognini teve uma longa batalha nas quadras de saibro do Rio Open. Nesta quarta-feira ele saiu perdendo do espanhol Pablo Carreño, cabeça de chave número 4, lutou até o final e buscou a virada após 3h de confronto, fechando o jogo com parciais de 5/7, 6/4 e 6/3

“Estou feliz com meu desempenho, é para isso que eu trabalho, especialmente por causa de minha luta até o final. Tenho boas memórias do Rio e da turnê sul-americana, que é minha parte favorita da temporada”, resumiu Fognini após a vitória.

Classificado para as quartas de final, Fognini terá pela frente um adversário que também encarou uma longa partida, o argentino Federico Coria, que gastou 3h01 para derrubar o experiente espanhol Fernando Verdasco, fechando o jogo com o placar final de 7/6 (7-2), 4/6 e 6/4. Será a primeira vez que eles duelarão no circuito.

A rodada não teve jogos rápidos até então. Na outra partida já encerrada, o espanhol Pablo Andujar precisou de 3h12 para derrotar o compatriota Albert Ramos por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 5/7 e 6/3.

O espanhol de 36 anos e atual 74 do mundo espera pelo vencedor da última partida do dia, entre o argentino Diego Schwartzman, terceiro pré-classificado, e o também espanhol Pedro Martinez. Andujar leva a pior contra o compatriota, com uma vitória e duas derrotas. Já frente a Schwartzman ele perdeu o único embate que tiveram.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva