Notícias | Dia a dia
Justiça bloqueia premiação de Delpo em Buenos Aires
11/02/2022 às 15h36

Buenos Aires (Argentina) - A Justiça Nacional em Assuntos Comerciais embargou o prêmio conquistado por Juan Martín Del Potro na ATP de Buenos Aires como resultado de dívidas contraídas por Daniel Horacio Del Potro, pai do tenista, falecido em janeiro do ano passado.

Foram bloqueados os 6 mil dólares correspondentes aos participantes na primeira rodada do evento organizado pela empresa espanhola Tennium. A nota oficial para oficializar o embargo teria sido enviada tanto a esta empresa quanto a Agustín Calleri, presidente da Associação Argentina de Tênis (AAT).

Em um trecho da carta é indicado o seguinte a ambos os destinatários: “Por favor, forneça o que for necessário para o embargo de trabalho sobre as quantias que o Sr. Juan Martín Del Potro recebe de sua entidade por qualquer motivo”.

O bloqueio da premiação de Delpo vai ao encontro do que foi noticiado pela TV argentina no começo de 2022, quando veio à tona a revelação de que o falecido pai do campeão do US Open 2009 lhe causou um prejuízo de cerca de US$ 30 milhões nos anos em que administrou suas finanças.

Daniel Del Potro cuidava dos contratos do filho e contraiu dívidas milionárias, deixando ao filho 10% de seus ganhos. Daniel Del Potro, que era veterinário, faleceu em 2021. Foi então que Delpo tomou conhecimento de sua situação financeira.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva