Notícias | Dia a dia
Ex-técnico de Djoko: 'Não foi um real triunfo de Rafa'
03/02/2022 às 10h55

Zagreb (Croácia) - Uma das figuras mais relevantes da carreira do sérvio Novak Djokovic, sendo o treinador do número 1 do mundo quando este chegou na Alemanha com apenas 12 anos, o croata Nikola Pilic foi bastante polêmico ao comentar a conquista do espanhol Rafael Nadal, que no último domingo conquistou o título do Australian Open e chegou ao 21º Grand Slam.

Por causa da ausência de Djokovic no torneio, o ex-treinador desmereceu o feito de Nadal. “Isso não pode ser considerado um verdadeiro triunfo para Rafa devido à ausência do melhor jogador do mundo. Os únicos que consideram o espanhol o melhor da história são a mídia ocidental, que não pode supor que alguém dos Balcãs é o melhor em um esporte que eles consideram seu”, disse Pilic ao Index.

“Não tenho dúvidas de que um espanhol pensará que Rafa é o melhor, mas se analisarmos todos os dados disponíveis e perguntarmos a alguém neutro, como (John) McEnroe ou (Jimmy) Connors, encontramos a pura verdade que disseram repetidamente que Djokovic é o maior de todos”, disparou o ex-treinador do sérvio.

Pilic fez questão de reforçar que o fato de Djokovic não estar no torneio foi crucial para o resultado final. “A verdadeira questão que devemos nos perguntar é se Nadal teria levantado este título se eles tivessem permitido que Novak jogasse. Eu tenho uma resposta clara: não! O que eles fizeram com Djokovic é trágico, ele foi vítima de humilhação e tratamento horrível, parecia que era um criminoso, depois de tudo que fez por este esporte”, finalizou.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva