Notícias | Dia a dia | Australian Open
Berrettini se decepciona com nível nos sets iniciais
28/01/2022 às 11h49

Melbourne (Austrália) - Derrotado pelo espanhol Rafael Nadal na primeira semifinal desta sexta-feira, o italiano Matteo Berrettini saiu com sensações divididas. Por um lado, ele comemorou o nível de tênis que mostrou na reta final e saiu contente com o que fez, mas em contrapartida, lamentou o início abaixo das expectativas, principalmente em uma partida de tanta importância.

“Estou decepcionado com a derrota de hoje, esperava mais de mim mesmo e preciso aprender com o que aconteceu. Não me arrependo do meu nível no terceiro e quarto sets, foi uma grande batalha, ambos competimos bem e fizemos um bom show. Mas os dois primeiros sets não foram o que eu esperava, nem em termos de jogo, nem de atitude”, analisou o italiano.

“Não sei por que estava assim, mas a minha mentalidade não era a certa para uma semifinal contra Rafa. Estou orgulhoso de ter conseguido reagir. Não sei se conseguiria vencer a partida mesmo se tivesse mostrado o tempo todo o desempenho dos dois últimos sets, mas fato é que não posso voltar a ter a atitude que demonstrei nos dois primeiros sets”, complementou Berrettini.

Assim como comentou Nadal, o italiano destacou a maior experiência do rival como um fator importante no resultado final. “Sabia que a experiência do Rafa podia ser decisiva num jogo como este. No início foi difícil encontrar o meu ritmo, demorei a me habituar a jogar com o teto fechado, mas vi como ele estava num grande nível”, observou o atual número 7 do mundo

“Ficou claro, para mim que temos que nos adaptar a qualquer situação e estar sempre prontos. Estou orgulhoso do meu nível neste torneio, mas também sei que tenho espaço para melhorias em muitos aspectos. Meu nível está subindo progressivamente e sei que se jogar como fiz no terceiro e quarto sets, forço os melhores a dar o máximo deles. Preciso jogar muitas partidas assim para começar a vencê-los o mais rápido possível”, pontuou Berrettini.

O italiano contou ter conversado com Nadal no vestiário após a partida. "Sempre tive um relacionamento muito bom com ele, que é uma grande referência para mim. Sempre presto atenção em sua atitude e aprendo com ele em todos os momentos. Ele me parabenizou por meu desempenho nesta temporada e lhe desejei sorte. Ele é uma grande inspiração para mim porque continuo aprendendo com os melhores”, finalizou.

Comentários