Notícias | Dia a dia | Australian Open
Medvedev vence jogo nervoso e tenta fazer história
28/01/2022 às 08h19

Melbourne (Austrália) - A segunda semifinal masculina do Australian Open foi das mais movimentadas, teve dois adversários jogando um tênis incrível nos dois primeiros sets, um ‘showzinho’ de Daniil Medvedev com a arbitragem no fim da segunda parcial e terminou com uma vitória imponente do russo na reta final, marcando parciais de 7/6 (7-5), 4/6, 6/4 e 6/1 para cima do grego Stefanos Tsitsipas, depois de 2h33 de confronto,

Em sua quarta final de Grand Slam, o russo enfrentará o espanhol Rafael Nadal, que mais cedo derrubou o italiano Matteo Berrettini em quatro sets e segue em busca da segunda taça em Melbourne. Medvedev perdeu três dos quatro duelos com o canhoto de Mallorca, entre eles a sua primeira decisão neste nível, no US Open de 2019, quando ficou com o vice-campeonato.

Vice no ano passado, Medvedev tentará um feito ainda inédito no circuito desde o começo da Era Aberta, podendo se tornar o primeiro a faturar um Grand Slam logo no evento seguinte a seu primeiro título deste porte, algo que só aconteceu no feminino. A última a alcançar tal feito foi a japonesa Naomi Osaka, ao faturar o US Open de 2018 e o Australian Open de 2019.

Início em grande estilo

A partida começou em altíssimo nível, com os dois tenistas muito afiados em quadra. Medverdev foi praticamente impecável com o saque, vencendo 22 pontos seguidos, perdendo o primeiro deles no 12º game. Tsitspas também estava firme, mas abriu uma brecha no nono, quando encarou um 0-40 e teve que salvar quatro break-points para seguir com a igualdade. A definição foi para o tiebreak, no qual o russo saiu perdendo um ponto com o saque logo de cara, mas depois se recuperou e levou a melhor.

Depois de mostrar um desempenho espetacular nos serviços durante a primeira parcial, o russo vacilou um pouco mais na segunda e logo de cara foi quebrado. Medvedev buscou o empate no 3/3, quando precisou de mais quatro break-points para enfim converter um. Tsitsipas conseguiu voltar a pressionar o saque do rival no nono game e anotou nova quebra contando com uma dupla falta no break-point.

Medvedev exagera na reclamação

Irritadíssimo, o vice-líder da ATP aproveitou a virada para reclamar com veemência da interferência de Apostolos Tsitsipas, pai e treinador do rival, gritando com o juiz e pedindo uma advertência de ‘coaching’. O árbitro de cadeira escutou pacientemente as reclamações exacerbadas do russo e se manteve firme. Quem não teve a mesma firmeza foi Medvedev, que perdeu o segundo set e por pouco não saiu atrás no terceiro, salvando dois break-points logo no primeiro game.

Só que depois de se segurar na largada do terceiro set, Medvedev voltou a jogar de forma firme e não deu mais chances ao grego em seus games de serviço. O russo se aproveitou de um game mal jogado por Tsitsipas em 4/5, no qual o grego enfrentou 0-40 e só conseguiu salvar o primeiro set-point, perdendo o segundo.

Domínio russo no final

No quarto set, Tsitsipas baixou um pouco o nível e em um duelo tão parelho esta pequena queda lhe custou bem caro. Medvedev dominou a parcial, anotou duas quebras e selou a vitória. O russo terminou a partida com 13 aces e incrível aproveitamento de saque, vencendo 86% com o primeiro e 72% com o segundo. Ele levou a melhor na batalha de winners (39 a 35) e conseguiu também cometer menos erros não forçados (28 a 32).

Comentários