Notícias | Dia a dia | Australian Open
AO reverte a proibição de camiseta sobre Peng
25/01/2022 às 02h59

Melbourne (Austrália) - Depois de causar polêmica ao impedir torcedores de entrar no Melbourne Park com camisetas com a inscrição “Onde está Shuai Peng?”, a organização do Australian Open reverteu a proibição e na rodada desta terça-feira já foram permitidas tais vestimentas no complexo.

Após ser indagada sobre o porquê da proibição, a Tennis Australia alegou que as camisetas constituíam material "comercial ou político". Apesar da mudança de postura, liberando agora as inscrições nas camisetas, a organização do torneio segue sem permitir a entrada de faixas com o questionamento.

No final da semana passada, os espectadores do Melbourne Park foram solicitados a retirar suas camisas em referência à jogadora chinesa. A segurança do torneio confiscou um cartaz com a mesma frase e até chamou a polícia de Victoria para resolver o assunto.

“Não estou dizendo que você não pode ter essas opiniões, mas a Tennis Australia define as regras aqui”, argumentou a polícia local durante o ocorrido, que causou indignação mundo afora, entre eles da lenda do tênis Martina Navratilova, que defendeu não ser manifestação política e sim pelos direitos humanos.

O presidente-executivo da Tennis Australia e diretor do torneio, Craig Tiley, anunciou na terça-feira que a proibição das camisas seria revertida desde que aqueles que as usassem se comportassem bem, mas manteve o veto a faixas e similares.

“Está liberado desde que eles não venham como uma multidão para perturbar, mas sejam pacíficos. A situação nos últimos dias é que algumas pessoas vieram com uma faixa em dois postes grandes e não podemos permitir isso”, explicou Tiley para a AFP.

Comentários