Notícias | Dia a dia | Australian Open
Sabalenka lamenta derrota, mas pensa positivo
24/01/2022 às 13h22

Sabalenka teve dificuldades com o saque durante esse começo de temporada

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Eliminada nas oitavas de final do Australian Open, Aryna Sabalenka lamentou as oportunidades perdidas na partida contra a estoniana Kaia Kanepi e deixou escapar mais uma chance de conquistar seu primeiro Grand Slam. Sabalenka venceu o primeiro set da partida, mas iniciou a segunda parcial sofrendo duas quebras seguidas. Já no set decisivo, chegou a salvar quatro match-points para forçar o tiebreak, mas não evitou a derrota pouco depois.

"Claro que estou muito decepcionada com o jogo de hoje. Tive todas as oportunidades e não aproveitei. Eu diria que comecei bem, mas depois perdi o foco. E não consegui encontrar um caminho de volta para o jogo", disse Sabalenka, após a derrota por 5/7, 6/2 e 7/6 (10-7) para Kanepi nesta segunda-feira em Melbourne.

Neste início da temporada, Sabalenka tem enfrentado muitos problemas com o saque e cometido um número de duplas faltas. Foram 15 na partida desta segunda-feira. Mas a jogadora de 23 anos pensa positivo, lembrando que conseguiu superar três adversárias durante a semana, mesmo com essas dificuldades para confirmar o serviço. E isso não vinha acontecendo nos dois primeiros torneios do ano.

"Mas se comparado com o início da temporada, com as duas primeiras partidas em Adelaide, é claro que estou muito feliz por ter conseguido encontrar o ritmo no meu saque. Então ainda há algo positivo, mas de qualquer forma, estou muito decepcionada com o jogo e com essa derrota, sim", comenta a bielorrussa, que disputou 12 sets durante esse Australian Open.

Sabalenka acredita que os problemas com o saque são mais relacionados ao aspecto mental do jogo. "Acho que é mais mental, porque me pressiono muito no saque. Nas últimas partidas eu tentei controlar tudo no meu saque, as minhas pernas, meu braço, o toss da bola. Estava pensando demais. Eu parei de pensar. É bom saber que você tem um único problema. É mais fácil consertar o seu jogo".

A vice-líder do ranking também comentou sobre a definição de seu calendário para a sequência da temporada. "Eu não sei. Vou falar com minha equipe, mas acho que Dubai e Doha".

Comentários