Notícias | Dia a dia | Australian Open
Tennis Australia criticada por barrar camisa sobre Peng
24/01/2022 às 02h30

Melbourne (Austrália) - Depois de toda a polêmica pré-torneio com a entrada do sérvio Novak Djokovic no país, agora o Australian Open se envolveu em mais uma questão. Segundo informa o News Corp, a organização foi criticada por lidar mal com uma situação em que os espectadores foram ordenados a remover itens perguntando “Onde está Shuai Peng?”

A Tennis Australia manteve o que muitos estão rotulando como uma decisão pesada depois que um vídeo surgiu no fim de semana de um segurança solicitando que uma fã no Melbourne Park removesse sua camisa destacando a situação da estrela chinesa, que “desapareceu” por um tempo após fazer alegações de abuso sexual contra um ex-membro de alto escalão do Partido Comunista Chinês.

Depois de um período de dúvidas sobre seu paradeiro, Peng fez algumas aparições públicas na China, mas ainda há preocupação sobre sua condição, com ativistas de direitos humanos questionando se ela é capaz de agir livremente.

O vídeo termina com o segurança dizendo que a Tennis Australia tinha permissão para confiscar qualquer parafernália que fizesse referência a Peng. A TA disse à News Corp Australia que teme pela segurança de Peng, mas os torcedores não foram autorizados a fazer declarações políticas com suas roupas no Aberto da Austrália.

A lenda do tênis Martina Navratilova chamou a decisão de covarde. “Esta não é uma declaração política, esta é uma declaração de direitos humanos. Acho que eles (Tennis Australia) estão errados nisso", reclamou a ex-número 1 do mundo em declaração ao Tennis Channel.

Comentários