Notícias | Dia a dia
Prodígio, Bellis anuncia aposentadoria aos 22 anos
20/01/2022 às 08h14

Bellis apareceu para o tênis com 15 anos e chegou rapidamente ao top 40, mas teve muitas lesões

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Apontada como uma das esperanças do tênis feminino norte-americano no início bombástico de carreira, CiCi Bellis anunciou nesta quinta-feira o abandono definitivo da carreira, ainda aos 22 anos. Ela chegou a ocupar o 35º posto do ranking com apenas 17, derrotou três top 10 mas nunca conseguiu se recuperar após sofrer graves lesões no punho e no cotovelo, que a levaram a quatro cirurgias em dois anos. Foram três operações em 2018 e mais uma em março do ano seguinte.

"Depois de ver que não consegui progressos com meu braço, decidi no ano passado parar de jogar tênis. Vinha sendo um ciclo de reabilitação, treino e novamente contusão por três anos e mentalmente e fisicamente não pude prosseguir", afirmou em suas mídias sociais.

Ela enfatiza seu amor pelo tênis, mas diz que aproveitou o tempo longe do circuito para cursar faculdade de finanças, espera fazer MBA e já trabalha como analista de investimentos numa empresa esportiva.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por CiCi Bellis (@cicibellis)

Bellis apareceu para o tênis quando tinha apenas 15 anos e derrotou a então número 13 do mundo Dominika Cibulkova no US Open de 2014. Já em sua melhor temporada, a de 2017, derrubou nomes como Agnieszka Radwanska, Kiki Bertens, Petra Kvitova e Svetlana Kuznetsova para atingir bons resultados como as quartas em Dubai e seminfinais em Stanford e Mallorca. No início de 2018, disputou uma semifinal no WTA 1000 de Doha, antes de começar a sofrer com lesões. Os melhores resultados de Bellis em Grand Slam foram terceiras rodadas na Austrália em 2020, Roland Garros em 2017 e US Open em 2016.

Ela não chegou a vencer torneios de primeira linha da WTA, ficando no máximo com um título da série 125k no Havaí em 2016. Ela tentou voltar a jogar no fim de 2019 e até ganhou um título de ITF em outubro de 2020, em Macon, encerrando um período de quatro anos sem conquistas. No entanto, ficou sem jogar novamente durante todo o ano passado.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva