Notícias | Dia a dia | Australian Open
Muguruza lamenta início de ano ruim e deixa o top 5
20/01/2022 às 07h50

Melbourne (Austrália) - Depois do título no WTA Finals de novembro e do retorno ao terceiro lugar do ranking, a espanhola Garbiñe Muguruza foi para a nova temporada sob os holofotes, mas o resultado da campanha em quadras australianas acabou decepcionante. Ganhou apenas dois dos quatros jogos realizados e deixou o Australian Open ainda na segunda rodada, superada sem apelo pela francesa Alizé Cornet, por duplo 6/3.

"Foi um dia difícil de trabalho, não senti de forma alguma o jogo", justificou Muguruza, que entrou em quadra com 3 a 2 no histórico de duelos. "Estou decepcionada com meu nível, é duro perder tão cedo".

A espanhola lamentou principalmente a indecisão tática. "Meu saque não esteve bem, meus golpes também não funcionaram e taticamente não tomei as decisões corretas. Ela foi muito sólida, sempre joga bem contra as melhores do ranking. É certo que Cornet foi mais agressiva que o normal. Faltou a mim escolher de forma correta como jogar";

Muguruza revelou que problemas com a covid fez que seu começo de temporada tenha sido estressante. "Tivemos contrampos inesperados. Todos do time contraíram covid antes de virmos para a Austrália, então ficamos 15 dias separados. Assim foi difícil fazer uma boa preparação. Também acho que não estou no meu melhor em termos físicos. O começo de ano está complicado".

Ela voltará imediatamente para casa, na Suíça, e aproveitará o tempo extra para se preparar para os torneios em Doha e Dubai, também sobre quadra dura. "Verei onde posso melhor e o que devo fazer de diferente na próxima partida".

Como consequência imediata, Muguruza já perde três posições do ranking, indo para o sexto posto após o Australian Open, com risco de perder mais um ou dois lugares. Finalista em Melbourne ainda no ano de 2020, a espanhola tinha 1.300 pontos a defender, como melhor resultado dos últimos dois anos. Por ter vendido a estreia, faz apenas 70 pontos. 

Comentários