Notícias | Dia a dia | Australian Open
Monteiro lamenta queda e espera vaga na dupla
18/01/2022 às 07h47

Monteiro lamentou a quebra de serviço sofrida no último game da partida

Foto: Divulgação
Diego Diegues
Especial para TenisBrasil

Melbourne (Austrália) - Após uma dura derrota em cinco sets para o francês Benoit Paire, na primeira rodada do Australian Open, Thiago Monteiro concedeu uma entrevista exclusiva ao site TenisBrasil. O número 1 do país e 79º do mundo lamentou a quebra de saque no último game do quinto set, mas avaliou como positiva sua gira australiana.

"Lutei até o final, mas a partida acabou escapando no finalzinho. Mas foi um jogo muito duro, com altos e baixos dos dois lados e infelizmente decidido no último game, quando tive meu saque quebrado", disse Monteiro, que perdeu com parciais de 6/4, 3/6, 7/5, 2/6 e 7/5 em 3h38 de partida nesta terça-feira. O cearense de 27 anos afirmou que uma vitória na primeira rodada de um Grand Slam seria muito importante, e que sua ideia inicial era de avançar algumas rodadas no torneio.

Ainda assim, Monteiro avalia a sua participação na gira australiana como positiva. Ele vinha de dois torneios seguidos em Adelaide, chegado às oitavas no primeiro e às quartas no segundo, e segue motivado para melhorar seus resultados em Grand Slam. "E sempre bom começar o ano com vitórias, mesmo com a derrota hoje, faço uma avaliação positiva. Estou muito orgulhoso da minha atitude dentro de quadra e muito confiante para o resto da temporada", comentou.

O número 1 do Brasil lamentou a falta de agressividade no segundo saque de Paire, e a inconsistência em alguns momentos chaves da partida. "Ele [Paire] sacou bem o jogo inteiro. Creio que poderia ter atacado o saque dele um pouco mais, porém demorei para achar minha devolução”, disse o tenista, que encerrou a partida com 49 erros não forçados.

"Da minha parte, faltou aproveitar e devolver um pouco melhor. Salvei alguns break-points ali no quinto set e cheguei a ter uma chance de quebra antes de sofrer o primeiro break. Mas também me mantive positivo o tempo inteiro, competi bem e tive uma boa postura em quadra. Alguns detalhes fizeram a diferença e agora é aprender com esse jogo e me motivar ainda mais para os próximos torneios", complementou.

Monteiro precisa de duas desistências nas duplas
Monteiro ainda segue no aguardo por uma vaga na chave de duplas. Monteiro precisa de duas desistências para entrar na chave, ao lado do alemão Daniel Altmaier. Caso contrário, deve retornar ao Brasil na sexta-feira e começar a preparação para a gira de torneios no saibro. "Jogo em Córdoba, Buenos Aires e Rio de Janeiro”, finalizou.

Comentários