Notícias | Dia a dia
Karatsev se impõe contra Murray e vence 3º de ATP
15/01/2022 às 07h48

Russo confirmou a ótima fase no circuito e venceu seu terceiro ATP

Foto: Divulgação

Sydney (Austrália) - Escolhido pela ATP como o tenista que mais evoluiu na última temporada do circuito, o russo Aslan Karatsev confirmou a ótima fase em seu primeiro torneio de 2022 e conquistou o ATP 250 de Sydney. Principal cabeça de chave na semana, o atual número 20 do mundo superou o ex-líder do ranking Andy Murray na final deste sábado, ao marcar um duplo 6/3 em apenas 1h28 de partida.

Vindo de uma duríssima semifinal com mais de 3h de duração contra Daniel Evans, Karatsev está com 28 anos e tem agora três títulos de ATP e disputou sua quarta final da carreira. Surpresa no Australian Open do ano passado, quando era apenas o 114º do ranking e foi do quali até a semifinal, o russo manteve o embalo ao longo de toda a temporada, conquistando títulos em Dubai e Moscou e ficando com o vice-campeonato em Belgrado.

Por sua vez, Murray tem a comemorar sua primeira final no circuito desde outubro de 2019, na Antuérpia. O torneio belga foi o mais recente que o britânico conquistou no circuito e o único depois que ele passou por duas cirurgias no quadril. O experiente jogador de 34 anos aparece atualmente apenas no 135º lugar do ranking e poderia voltar ao top 100 em caso de título. Ele está de volta à Austrália três anos depois de anunciar que encerraria a carreira por conta das lesões e chegou a ter até jogo de despedida em Melbourne.

A final deste sábado começou com amplo domínio para Karatsev, que conseguiu uma quebra de serviço logo no game de abertura. O russo não enfrentou break-points durante todo o primeiro set e voltaria a quebrar o saque de Murray no último game da parcial, após uma dupla falta do britânico. Ele fez 14 a 7 em winners, cometeu apenas quatro erros contra cinco do britânico, e cedeu apenas dois pontos em seus games de serviço.

A vantagem de Karatsev ficou ainda maior depois que ele conseguiu uma quebra no início do segundo set para fazer 2/0 no placar. Murray conseguiu sacar melhor depois disso, além de começar a atacar mais o segundo serviço do russo para entrar mais nos ralis. O britânico teve sucesso jogando alguns pontos mais longos e chegou a ter cinco break-points em um game com 13 minutos de duração, mas não aproveitou as oportunidades que teve e Karatsev fez 4/1 no placar.

Depois disso, o russo voltou a não dar mais chances em seus games de serviço. Murray até salvou os dois primeiros match-points, mas não evitou que o rival fechasse partida em sets diretos. Karatsev liderou a estatística de winners por 29-13 e terminou o jogo com 14 erros não-forçados, mesmo número que Murray. O russo conseguiu três quebras de serviço em sete oportunidades, enquanto Murray teve cinco break-points no jogo, todos no mesmo game. 

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva