Notícias | Dia a dia
Badosa conquista Sydney e chegará forte para o AO
15/01/2022 às 06h11

Badosa venceu equilibrada final de Sydney contra Krejcikova neste sábado

Foto: Divulgação

Sydney (Austrália) - No último grande torneio preparatório para o Australian Open, Paula Badosa superou um ótimo teste neste sábado para conquistar o título do WTA 500 de Sydney e chegará forte para a disputa do primeiro Grand Slam da temporada. A espanhola venceu uma final bastante disputada contra a tcheca Barbora Krejcikova, número 4 do mundo e campeã de Roland Garros, por 6/3, 4/6 e 7/6 (7-4) em 2h22 de partida.

Badosa, de 24 anos, conquista seu terceiro título de WTA e mantém seu retrospecto perfeito em finais. No ano passado, ela conquistou seus dois primeiros torneios na elite do circuito, o 250 de Belgrado e o WTA 1000 de Indian Wells. A atual número 9 do ranking deverá ganhar três posições com os 470 pontos obtidos nesta semana e terá a melhor marca da carreira, ocupando a sexta posição a partir da próxima semana.

No início da caminhada para o título, Badosa passou pela letã Jelena Ostapenko e pela australiana Ajla Tomljanovic. A espanhola também derrotou a suíça Belinda Bencic nas quartas e a russa Daria Kasatkina na semifinal. Ela vai reencontrar Tomljanovic na primeira rodada do Australian Open, em Melbourne.

Já Krejcikova perdeu seu retrospecto perfeito em finais de WTA. A tcheca de 26 anos viveu a melhor temporada da carreira em 2021, conquistando não apenas seu primeiro Grand Slam em Paris, mas também os torneios de Praga e Estrasburgo. Além disso, ela mantém uma vitoriosa parceria nas duplas com Katerina Siniakova. Durante sua campanha em Sydney, teve uma vitória dramática na semifinal contra Anett Kontaveit, salvando sete match-points. Sua estreia no Australian Open será contra a alemã Andrea Petkovic.

Badosa foi superior durante o set inicial. Ela conseguiu uma quebra de serviço logo no game de abertura e largou com 2/0 no placar. Krejcikova chegou a virar para 3/2, mas a espanhola reagiu na reta final do set, conquistando duas novas quebras para vencer quatro games seguidos. No segundo set, a tcheca foi a primeira a quebrar e liderou por 3/1. Badosa buscou a virada para 4/3, mas voltaria a perder o saque no penúltimo game da parcial.

O terceiro set teve uma troca de quebras logo no início, e depois as sacadoras prevaleceram sem enfrentar novos break-points. Foi uma parcial de pontos curtos, quase sempre definidos no saque, e games muito rápidos. O equilíbrio permanecia nos primeiros pontos do tiebreak decisivo, até que um forehand de Krejcikova saísse por muito pouco, em um ponto que a tcheca dominava, permitindo a Badosa ter 4-2 na virada de lado. Na sequência, a espanhola também mexeu bastante a rival do fundo de quadra, induzindo a adversária ao erro para fazer 5-2. Pouco depois, Krejcikova chegou a salvar o primeiro match-point, mas não escapou da derrota.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva