Notícias | Dia a dia
Badosa domina a semifinal e decide em Sydney
14/01/2022 às 07h08

Badosa cedeu apenas quatro games na semifinal contra Kasatkina

Foto: Jimmie48/WTA

Sydney (Austrália) - Se a tcheca Barbora Krejcikova precisou salvar sete match-points na primeira semifinal do WTA 500 de Sydney, a espanhola Paula Badosa venceu o segundo jogo da rodada com muito mais tranquilidade. Badosa precisou de apenas 1h15 para superar a russa Daria Kasatkina e garantir vaga na decisão do torneio preparatório para o Australian Open.

Badosa, de 24 anos e número 9 do mundo, conquistou seus dois primeiros títulos de WTA no ano passado, em Indian Wells e Belgrado. Já Krejcikova é a quarta colocada, está com 25 anos, e tem três conquistas no circuito, com destaque para Roland Garros, além dos 250 de Estrasburgo e Praga. A espanhola levou a melhor nos dois duelos anteriores entre elas.

"Foi impossível não assistir aquele jogo, com duas jogadoras incríveis e ambas no top 10. Barbora é uma jogadora incrível, é uma campeã de Grand Slam. Eu já joguei contra ela, sei que vai ser um jogo duro. Mas estou ansiosa por isso", disse Badosa, projetando a final marcada para às 3h (de Brasília) deste sábado.

Para superar Kasatkina nesta sexta-feira, Badosa apostou em um jogo agressivo. Ela disparou 26 winners na partida, 14 com o forehand e mais 12 com o backhand, enquanto Kasatkina terminou com 12 bolas vencedoras. Logo no início da partida, a espanhola abriu 4/0, vencendo 16 dos primeiros 18 pontos disputados. A russa devolveu uma das quebras, mas voltaria a perder o saque na reta final do set. Já na segunda parcial, Badosa abriu 5/0, foi quebrada na primeira vez que sacou para o jogo, mas soube administrar sua grande vitória.

"O plano era ser agressiva e eu acho que fui perfeita. Espero que o meu técnico esteja feliz hoje, porque eu executei o plano muito bem", comenta a tenista treinada por Jorge Garcia. "É incrível começar o ano assim, eu sabia que seria uma temporada difícil, mas ter esse resultado traz muita confiança. Estou muito motivada para o Australian Open e para os próximos grandes torneios que virão pela frente.

Amizade desde os tempos de circuito juvenil
Este foi o primeiro duelo entre Badosa e Kasatkina pelo circuito profissional, mas as duas já se conhecem há bastante tempo, desde o circuito juvenil. "Temos fotos juntas de quando tínhamos 13 anos. Éramos amigas muito próximas nos torneios. Conheço a família dela e tudo. Ela é uma garota muito legal. Estou feliz por termos chegado aqui", disse a espanhola.

Kasatkina acrescentou: "É sempre bom viver esse tipo de história. Começamos a jogar alguns torneios da Tennis Europe e sub-12 juntas, e do nada, nos últimos anos, você está jogando a semifinal de um grande torneio uma contra a outra".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva