Notícias | Dia a dia
Murray vira e volta a jogar uma final após 2 anos
14/01/2022 às 05h21

Sydney (Austrália) - O britânico Andy Murray segue em semana inspirada no ATP 250 de Sydney, onde nesta sexta-feira conseguiu uma grande virada na semifinal contra o norte-americano Reilly Opelka, cabeça de chave 4 no torneio, vencendo com o placar final de 6/7 (6-8), 6/4 e 6/4, depois de 2h27 de confronto.

Primeiro a garantir vaga na final do torneio, o ex-número 1 do mundo encerra um jejum de mais de dois anos sem disputar uma decisão. A última de suas agora 69 finais foi no final de 2019, quando conquistou o título no ATP 250 da Antuérpia. Seu rival na disputa do título sairá do duelo entre o compatriota Daniel Evans e o russo Aslan Karatsev.

O potente saque de Opelka, que terminou a partida com 20 aces, foi um grande obstáculo para o escocês superar, mas ele conseguiu incomodar o rival em seus games de serviço, tanto que Murray limitou o rival a um aproveitamento de 67%, enquanto ele próprio teve desempenho bem superior, chegando aos 82%.

Murray apostou com sucesso na solidez, apesar de ter 19 winners a menos que o grandalhão norte-americano (29 a 48), ele compensou com folga nos erros não forçados, anotando somente oito contra 39 de Opelka.

A partida foi bastante parelha e definida em poucos pontos. No primeiro set, nenhum dos dois conseguiu uma chance sequer de quebra e a definição foi para o tiebreaks, em que Opelka chegou a ter 4-0 com dois mini-breaks de frente, perdeu depois a vantagem, mas no fim acabou prevalecendo ao aproveitar o segundo set-point que teve.

Nas duas parciais seguintes a história foi parecida, com Murray passando tranquilo pelos games de serviço e conseguindo incomodar quando estava na devolução. Ele salvou o único berak-point que enfrentou e precisou concretizar apenas dois dos nove que teve a seu favor, um em cada set, para assim conquistar a virada e encerrar o jejum em finais.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva