Notícias | Dia a dia
Com novo show de duplas faltas, Sabalenka perde outra
11/01/2022 às 03h29

Adelaide (Austrália) - O começo de temporada da bielorrussa Aryna Sabalenka tem sido de péssimo de derrotas e péssimo desempenho com o saque. Assim como aconteceu na semana passada, ela não conseguiu passar da estreia no WTA 250 de Adelaide, levando a virada da quali sueca Rebecca Peterson, com parciais de 5/7, 6/1 e 7/5, depois de 2h18 de batalha.

Se em sua primeira partida do ano a bielorrussa cometeu 18 duplas faltas, nesta terça-feira ela conseguiu se superar e terminou a partida com 21. A única boa notícia pode ser a evolução dos erros de saque, já que foram 11 duplas faltas no primeiro set, caindo para 7 no segundo e depois para 3 no terceiro. Contudo, isso não foi suficiente para ajudá-la a vencer a primeira em 2022.

Responsável pela eliminação de Sabalenka, Peterson terá pela frente a norte-americana Madison Brengle, que também teve uma estreia complicada e decidida em três sets, gastando 1h57 para derrubar a russa Anastasia Potapova, outra vinda do qualificatório, com parciais de 7/5, 4/6 e 6/1. O duelo servirá de tira-teima entre a sueca e a norte-americana, com uma vitória para cada lado até então.



Cabeça de chave número 4, a eslovena Tamara Zidansek fez valer o favoritismo e superou a quali britânica Heather Watson de virada, marcando o placar final de 2/6, 6/2 e 7/6 (7-4). Na segunda rodada, a atual 31 do mundo medirá forças com a convidada da casa Maddison Inglis, responsável pela derrota da lucky-loser montenegrina Danka Kovinic com 6/4, 1/6 e 6/2.

A suíça Jil Teichmann foi mais uma favorita eliminada logo de cara. Sétima pré-classificada, ela levou a virada da quali norte-americana Lauren Davis com parciais de 1/6, 7/6 (7-3) e 6/4. Na próxima rodada, Davis, que atualmente é apenas a 95ª do mundo, mas já foi a 26ª, enfrentará ou a italiana Jasmine Paolini ou a atleta da casa Storm Sanders.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva