Notícias | Dia a dia | ATP Cup
Bautista vence dura batalha e Espanha volta à final
07/01/2022 às 08h07

Bautista Agut venceu todos os quatro jogos de simples que fez nesta ATP Cup

Foto: Peter Staples/ATP

Sydney (Austrália) - Pela segunda vez em três edições, a Espanha chega à final da ATP Cup e vai em busca de um título inédito. Depois de uma campanha invicta na fase de grupos, os espanhóis levaram a melhor contra a Polônia na semifinal desta sexta-feira e agora esperam pelos vencedores entre Rússia e Canadá. O experiente Roberto Bautista Agut, de 33 anos e 19º do ranking, foi responsável por definir a série por 2 a 0 após vencer o número 9 do mundo Hubert Hurkacz por 7/6 (8-6), 2/6 e 7/6 (7-5) em 2h44 de partida.

A vitória de Bautista Agut definiu o confronto entre Espanha e Polônia. Isso porque, mais cedo, Pablo Carreño Busta havia confirmado o favoritismo contra Jan Zielinski por 6/2 e 6/1. Bautista e Carreño venceram todas as partidas de simples que disputaram nesta ATP Cup e a única derrota de tenistas espanhóis no torneio foi nas duplas contra a Sérvia, com confronto já definido.

Além disso, Bautista Agut mantém a escrita de nunca ter perdido para Hurkacz. Ele agora lidera o histórico de confrontos contra o polonês de 24 anos por 3 a 0. Suas outras duas vitórias aconteceram no Masters 1000 de Cincinnati de 2019 e no ATP 250 de Colônia do ano passado.

O espanhol foi o primeiro a quebrar na partida e abriu 3/1 no placar, chegando a liderar o primeiro set por 4/2. Hurkacz conseguiu buscar o empate no oitavo game e abriu 4-1 no tiebreak, mas seu experiente rival virou o placar e fechou o set. Na parcial seguinte, Hurkacz quebrou logo no game de abertura e depois salvou dois break-points para fazer 2/0. O polonês não enfrentaria mais break-points até o fim do set e ainda conseguiu mais uma quebra.

O terceiro set foi inteiramente sem quebras, sendo que Bautista Agut sacou muito bem e só perdeu cinco pontos em seus games de serviço. Já Hurkacz, apesar de ter disparado seis aces na parcial, precisou escapar de quatro chances de quebra, incluindo três match-points, dois no 5/4 e mais um no 6/5 para forçar um novo tiebreak. A disputa seguiu equilibrada, mas novamente o espanhol prevaleceu. Hurkacz disparou 24 aces no jogo e fez 64 a 31 em winners, mas cometeu 38 erros contra apenas 21 de Bautista Agut.

Comentários