Notícias | Dia a dia
Kenin salva três match-points e vai desafiar Barty
06/01/2022 às 10h20

Kenin está disputando seu primeiro torneio desde Wimbledon

Foto: Adelaide International

Adelaide (Austrália) - Em seu primeiro torneio no circuito desde Wimbledon, Sofia Kenin já consegue uma boa campanha e está nas quartas de final do WTA 500 de Adelaide. A norte-americana de 23 anos e número 12 do mundo precisou salvar três match-points nesta quinta-feira, mas superou a australiana Ajla Tomljanovic, 45ª do ranking, por 3/6, 7/6 (7-5) e 6/3 em 2h30 de partida.

Kenin agora se prepara para desafiar a líder do ranking Ashleigh Barty. Apesar de ter apenas duas vitórias em seis jogos contra a atual número 1 do mundo, a norte-americana levou a melhor no confronto mais recente. O duelo aconteceu na semifinal do Australian Open de 2020, durante a campanha para seu único título de Grand Slam na carreira.

"Estou super feliz e orgulhosa de mim mesma. Foi um jogo duro, ela é uma grande adversária. Estou super feliz pela maneira como eu joguei e lutei", disse Kenin, na entrevista ainda em quadra. Apesar de ter enfrentado uma jogadora da casa, a norte-americana se sentiu bem no ambiente proporcionado pela torcida e já projeta o duelo contra Barty. "Os fãs são incríveis, eu me sinto em casa quando estou aqui. Ash é uma grande jogadora e na última vez que a enfrentei foi um jogo muito equilibrado, mas consegui vencer. Acho que vai ser um jogo muito mental. Espero fazer uma grande partida amanhã", acrescentou a ex-número 4 do mundo.

Durante a temporada passada, Kenin teve uma série de problemas que comprometeram seu calendário. Ainda na Austrália, sofreu com uma apendicite e foi operada às pressas. No meio do ano, anunciou que não iria mais treinar com o pai, Alexander Kenin, e jogou sem técnico em Roland Garros e Wimbledon, retomando a parceria com o pai durante a pré-temporada. Ela também sofreu com uma lesão no pé e foi diagnosticada com Covid-19 às vésperas do US Open. Sua estreia na temporada de 2022 foi com vitória por duplo 7/5 sobre a italiana Lucia Bronzetti.

Partida começou com atraso e Kenin exibiu seus principais golpes
A partida desta quinta-feira teve alguns minutos de atraso, já que a norte-americana foi advertida pela arbitragem por ter logotipos muito grandes em seu traje de jogo. Como não tinha outra peça disponível, prevaleceu o bom senso e ela foi autorizada a jogar. Em quadra, Kenin exibiu seus dois golpes característicos, o curioso toss sem olhar para a bola e os drop shots com slices de duas mãos. Mas foi Tomljanovic quem começou melhor e dominou o primeiro set ao conseguir três quebras.

No segundo set, a australiana também abriu vantagem e chegou a liderar por 5/3. Kenin devolveu a quebra de imediato, mas ainda teve que salvar os match-points antes de confirmar o serviço quando já perdia por 6/5. A norte-americana venceu a parcial em um difícil tiebreak e ganhou confiança na partida. A ex-top 5 abriu vantagem no terceiro set, liderando por 3/0 e conseguiu sustentar a liderança, mesmo passando por um período com cinco quebras seguidas na reta final da partida.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva