Notícias | Dia a dia
Sabalenka comete 18 duplas faltas e acaba eliminada
05/01/2022 às 02h24

Adelaide (Austrália) - Segunda mais bem cotada ao título no WTA 500 de Adelaide, a bielorrussa Aryna Sabalenka não conseguiu sequer passar da estreia no torneio. Entrando direto na segunda rodada, ela foi muito mal com o saque, cometeu 18 duplas faltas contra a eslovena Kaja Juvan e acabou eliminada em sets diretos, com placar final de 7/6 (8-6) e 6/1, após 1h29 de partida.

Sabalenka faturou apenas 42% dos pontos de saque e cedeu oito break-points para a rival eslovena, que concretizou seis deles. Do outro lado, Juvan teve aproveitamento de 63% com os serviços e sofreu três quebras em cinco oportunidades cedidas. Nas quartas de final, ela terá pela frente a vencedora do duelo entre a russa Anastasia Gasanova, algoz de Elina Svitolina, e a japonesa Misaki Doi.

Outra favorita que se despediu prematuramente do torneio foi a grega Maria Sakkari. Após ter trabalho na estreia, levando um ‘pneu no segundo set, a cabeça de chave 3 em Adelaide não resistiu à norte-americana Shelby Rogers e acabou derrotada em três sets, com parciais de 7/6 (7/5), 2/6 e 6/4, depois de 2h18 de batalha.

O desempenho ruim de Sakkari nos break-points pesou bastante. Ela perdeu o primeiro set no tiebreak, tendo desperdiçado uma chance de quebra logo no primeiro game e mais duas no nono. Já na terceira e decisiva parcial, a grega deixou escapar uma oportunidade no quarto game. Ao todo, ela teve 13 break-points e converteu só cinco, enquanto Rogers venceu quatro dos cinco que teve a seu favor.

Nas quartas de final, a norte-americana terá mais uma favorita pela frente. Sua próxima rival será a cazaque Elena Rybakina, sétima pré-classificada, que derrubou a tcheca Marie Bouzkova em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/4. Será o quarto duelo entre elas, Rogers venceu o primeiro, no US Open de 2020, mas perdeu os dois seguintes, um em Berlim e outro em Wimbledon, ambos no ano passado.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva