Notícias | Dia a dia
Wild faz apenas 5 games e se despede nas quartas
17/12/2021 às 15h25

Situação de Wild no ranking mudou muito pouco ao longo do ano

Foto: Wander Roberto/DGW

Rio de Janeiro (RJ) - A temporada de Thiago Wild chegou ao fim nesta sexta-feira. O número 2 do Brasil e 131º do mundo não conseguiu confirmar a condição de principal cabeça de chave do challenger do Rio de Janeiro e foi eliminado nas quartas de final do torneio disputado nas quadras duras do Parque Olímpico. Wild foi superado pelo japonês Kaichi Uchida, de 27 anos e 319º do ranking, que marcou as parciais de 6/4 e 6/1.

Wild disputou 58 jogos em 2021, considerando todos os níveis de competição do circuito, incluindo qualificatórios, e conseguiu 26 vitórias. Entre esses triunfos, apenas um foi em chave principal de ATP, no saibro de Hamburgo, e mais 17 em chaves principais de challenger. O paranaense de 21 anos só disputou uma semifinal, em Guayaquil, no Equador.

A situação de Wild no ranking não se alterou muito ao longo do ano, principalmente porque os 250 pontos do título do ATP de Santiago em 2020 permanecerão computados até 28 de fevereiro de 2022. Uma semana antes, terá mais 45 pontos do Rio Open de 2020 a defender. Ele ocupava o 117º lugar do ranking no início da temporada e perdeu apenas 14 posições.

O tenista ficou dois meses e meio fora do circuito, enquanto tratava de uma lesão no quadril. Isso o tirou, por exemplo, dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fora das quadras, também foi acusado e indiciado por violência física e psicológica contra a ex-companheira Tayane Lima. O tenista nega as acusações e se defende dizendo que foi vítima de calúnia e difamação.

Algoz de Wild no torneio, Uchida só tinha cinco vitórias em challenger na temporada antes da boa campanha até a semifinal no Rio de Janeiro. Mas o japonês teve outras 23 vitórias em torneios de nível future, com dois títulos de ITF M25 em quadras de piso duro em Portugal. Seu próximo adversário virá do confronto entre os brasileiros Gabriel Décamps e Daniel Dutra da Silva.

O primeiro set teve apenas uma quebra, mas Uchida abriu vantagem logo cedo, estabelecendo 3/1 no placar e escapando dos dois break-points criados por Wild durante a parcial. Já no segundo set, o japonês não correu risco algum e teve amplo domínio das ações, ele só perdeu três pontos em seus games de serviço e conquistou três novas quebras. A partida chegou a ser interrompida por chuva durante praticamente duas horas, quando Uchida já liderava o segundo set por 5/1, e na volta o japonês precisou disputar poucos pontos até fechar o placar. 

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva