Notícias | Dia a dia
De virada, Jabeur supera Bencic em Abu Dhabi
16/12/2021 às 15h31

Jabeur participou do evento como substituta de Emma Raducanu

Foto: Mubadala WTC

Abu Dhabi (Emirados Árabes) - Na única partida feminina da série de exibições de Abu Dhabi, Ons Jabeur levou a melhor sobre Belinda Bencic e conquistou o título da competição amistosa. Número 10 do mundo, a tunisiana de 27 anos começou atrá no placar, mas superou a suíça, 23ª colocada, por 4/6, 6/3 e 10-8.

Escolhida para substituir Emma Raducanu, após o diagnóstico de Covid-19 da britânica, Jabeur teve a melhor temporada da carreira em 2021. Ela começou o ano como 31ª do ranking e terminou na décima posição. A tunisiana também conquistou seu primeiro título de WTA na grama de Birmingham, tornando-se a primeira mulher árabe a vencer um torneio deste porte, além de ter ficado com vice-campeonatos no 250 de Charleston e no 500 de Chicago.

"Belinda me surpreendeu, porque ela também usa muitos drop-shots e eu não esperava por isso", brincou Jabeur, na entrevista em quadra. E Bencic respondeu: "Eu não queria a única a ter que correr hoje, porque toda vez eu tenho que correr muito contra os drop-shots dela. Espero que eu não esteja tão cansada amanhã".

"A torcida é incrível e a energia do público é perfeita. Eu escutei algumas pessoas torcendo para a Belinda, mas está ok, vocês estão desculpados", comentou a tunisiana, que contou com a maioria da torcida, como já aconteceu em outros torneios disputados no Oriente Médio. A suíça de 24 anos e atual campeã olímpica também aprovou a experiência. "É muito bom jogar de novo na frente da torcida, esta é minha primeira vez em Abu Dhabi e foi incrível".

Jabeur é reconhecida por sua versatilidade em quadra e muita variedade nos golpes. E em uma partida de exibição, jogou ainda mais solta, apostando bastante nos drop-shots. Além disso tentava forçar os dois saques durante o primeiro set e acabou permitindo duas quebras seguidas a Bencic na reta final da parcial.

No início do segundo set, Jabeur teve maior controle das ações da partida, enquanto Bencic oscilou negativamente no jogo, cometendo muitos erros não-forçados. Com isso, a tunisiana abriu 5/0 no placar, e mesmo sofrendo duas quebras no fim do set, a vantagem construída era suficientemente confortável. O match tiebreak foi o momento de maior equilíbrio e intensidade na partida, embora a tunisiana estivesse o tempo todo à frente no placar, chegando a liderar por 9-5, mas a vitória só seria confirmada no quarto match-point.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva