Notícias | Dia a dia
Seis marroquinos são banidos por manipular resultados
14/12/2021 às 16h20

Londres (Inglaterra) - A Agência Internacional de Integridade do Tênis (ITIA) confirmou nesta terça-feira que seis tenistas marroquinos foram banidos do esporte por uma série de violações às regras do Programa Anticorrupção do Tênis. Segundo a entidade, os jogadores participaram de vários casos de manipulação de resultados, recebendo dinheiro e não relatando abordagens corruptas às autoridades.

Os casos foram julgados pelo oficial de audiências anticorrupção independente Charles Hollander. A investigação da ITIA concluiu que as ofensas dos jogadores estavam vinculadas e, portanto, estavam sujeitas a uma audiência conjunta. As sanções significam que os jogadores estão proibidos de jogar ou comparecer a qualquer evento oficial do tênis internacional enquanto durarem seus banimentos.

Confira a lista de jogadores punidos e suas penas:
- Amine Ahouda (24 anos e com melhor ranking da ATP no 668º lugar): Banido por 11 anos e multado em US$ 5 mil
- Anas Chakrouni (22 anos e com melhor ranking da ITF no 2.253º lugar): Banido por 10 anos e multado em US$ 5 mil
- Ayoub Chakrouni (30 anos e com melhor ranking da ATP no 1.098º lugar): Banido para sempre e multado em US$ 10 mil
- Mohamed Zakaria Khalil (22 anos e com melhor ranking da ITF no 576º lugar): Banido por 9 anos e multado em US$ 5 mil
- Soufiane El Mesbahi (20 anos e com melhor ranking da ATP no 1.465º lugar): Banido por 9 anos e multado em US$ 5 mil
- Yassir Kilani (21 anos e com melhor ranking da ATP no 1.317º lugar): Banido por 9 anos e multado em US$ 5 mil

As punições dos jogadores começam na data da suspensão provisória, 13 de julho de 2021. Eles têm 20 dias úteis a partir da data de recebimento da decisão para interpor qualquer recurso no Tribunal Arbitral do Esporte.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva