Notícias | Dia a dia
Barty é eleita a Jogadora do Ano, Raducanu é revelação
07/12/2021 às 14h59

Barty conquistou cinco títulos na temporada, com destaque para Wimbledon

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - A excelente temporada de Ashleigh Barty foi recompensada com o prêmio de Jogadora do Ano pela WTA. A número 1 do mundo conquistou cinco títulos em 2021, com destaque para seu segundo Grand Slam em Wimbledon. A australiana também venceu os WTA 1000 de Miami e Cincinatti e os 500 de Melbourne e Stuttgart. Com isso, a jogadora de 25 anos terminou a terceira temporada seguida no topo do ranking. Ela teve 42 vitórias e apenas oito derrotas em 2021.

Esta é a segunda vez que Barty recebe o prêmio de Jogadora do Ano, repetindo o que aconteceu em 2019. No ano passado, apesar de a australiana ter sido a número 1 do mundo, a tenista escolhida pela imprensa internacional foi a norte-americana Sofia Kenin. Barty concorria este ano com Barbora Krejcikova, Garbiñe Muguruza, Naomi Osaka, Emma Raducanu, Aryna Sabalenka e Iga Swiatek.

+ Krejcikova ganha 2 prêmios, Suárez tem Retorno do Ano

Ao terminar o terceiro ano seguido na liderança, Barty tornou-se apenas a quinta mulher na história a atingir essa marca. Ela se junta a Steffi Graf, Martina Navratilova, Serena Williams e Chris Evert. Ela não disputou o WTA Finals, em Guadalajara, por conta do desgaste acumulado pela sequência de viagens ao longo do ano. Com muitas restrições em vigor na Austrália, ficou toda a temporada longe de casa.

Superada por Barty na eleição de Jogadora do Ano, a britânica Emma Raducanu confirmou o favoritismo no prêmio de Revelação da temporada. Raducanu protagonizou uma das principais surpresas na temporada ao sair do quali e conquistar seu primeiro Grand Slam no US Open, com apenas 18 anos. E, antes disso, ela também havia alcançado as oitavas de final de Wimbledon.

A jovem jogadora britânica iniciou a temporada no 345º lugar do ranking e termina já com a melhor marca da carreira, ocupando a 19ª posição. Suas concorrentes ao prêmio de Revelação eram a dinamarquesa Clara Tauson, a colombiana Camila Osorio, a russa Liudmila Samsonova, a norte-americana Ann Li e a egípcia Mayar Sherif.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva